Dirceu recebeu R$ 11,8 milhões em propina, aponta PF

O ex-ministro da Casa Civil recebeu mais que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, beneficiado com R$ 7,6 milhões em propinas originárias do esquema de desvios de recursos da Petrobras, segundo a Operação Lava Jato

Ministro da Casa Civil no primeiro mandato do governo Lula, José Dirceu recebeu R$ 11,8 milhões em propinas do esquema de corrupção da Petrobras, segundo investigadores da Operação Lava Jato. A Polícia Federal estima que Dirceu ainda pode ter se beneficiado com mais R$ 7 milhões provenientes de contratos celebrados em sua área de influência na estatal. As informações são do O Estado de S. Paulo.

Dirceu recebeu mais que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque. De acordo com a PF, Duque recebeu cerca de R$ 7,6 milhões de vantagens indevidas enquanto esteve  à frente da Diretoria de Serviços. Os relatórios produzidos pela investigação acusam que as participações do ex-ministro foram responsáveis pela movimentação de mais de R$ 59 milhões, sendo que tal valor pode ultrapassar R$ 84 milhões.

Nesta terça (1), Dirceu foi indiciado pela PF, junto de outros 14 investigados, incluindo Renato Duque. Ele é acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e corrupção passiva.

À reportagem, a assessoria do petista disse que ainda analisa a denúncia apresentada pela PF e se manifestará oportunamente.

Confira íntegra da reportagem de O Estado de S. Paulo

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!