Dilma sanciona 601 vagas para Justiça do Trabalho

TRTs de nove estados serão beneficiados com novas leis

Os Tribunais Regionais do Trabalho terão reforço em seus quadros de servidores. Somente nesta segunda-feira (5), a presidenta Dilma Rousseff sancionou nove leis que criam 601 oportunidades. Na proposta orçamentária está previsto o preenchimento de 4,4 mil vagas nesses tribunais, boa parte dessas vagas aguarda a aprovação no Congresso. De acordo com as leis publicadas no Diário Oficial da União, serão beneficiadas as Justiças trabalhistas dos estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Santa Catarina, Goiás, Alagoas, Sergipe,  Paraná e Rio Grande do Norte.

Para Mato Grosso, serão necessários seis juízes do trabalho e mais seis substitutos. Também serão convocados 18 analistas judiciários e 30 técnicos judiciários, além de seis cargos em comissão e 30 funções de confiança. Todas serão distribuídas nas cidades de Alto Araguaia, Colniza, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum,  Peixoto de Azevedo e Sapezal.

Nas cidades gaúchas de Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Esteio, Estrela, Gravataí, Lajeado, Passo Fundo, Rio Grande, Santa Rosa, São Leopoldo e Taquara, foram liberadas 170 vagas de juiz do Trabalho, analista judiciário (área judiciária e especialidade execução de mandados), técnico judiciário e também 17 cargos comissionados.

Já em Pernambuco, são 11 cargos em comissão e 132 novas chances para preencher a carência das nove Varas do Trabalho na jurisdição do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (Pernambuco). Essas vagas serão nas cidades de Carpina, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Nazaré da Mata, Palmares, Petrolina, Ribeirão e São Lourenço da Mata.

Outras 283 vagas vão reforçar os quadros de servidores nos TRTs dos estados de Santa Catarina, Goiás, Alagoas, Sergipe, Paraná e Rio Grande do Norte.

Saiba mais sobre concursos públicos no site SOS Concurseiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!