Dilma perde de 7 a 1 no primeiro estado a votar impeachment

Bancada de Roraima é a primeira a concluir a votação do parecer da comissão especial do impeachment. Dos oito deputados roraimenses, só Edio Lopes (PR) votou a favor da presidente

A presidente Dilma Rousseff foi derrotada por sete votos a um na primeira bancada a  concluir a votação do parecer da comissão especial do impeachment. Dos oito deputados roraimenses, só Edio Lopes (PR-RR) votou a favor da presidente. Abel Mesquita. (DEM), o segundo entre os 513 parlamentares a votar, Carlos Andrade (PHS), o eleito com a menor votação do país em 2014, Hiran Gonçalves (PP), Jhonatan de Jesus (PRB), Maria Helena (PSB), Remídio Monai (PR) e Shéridan (PSDB) declaram voto pela abertura de processo contra a petista.

Com problemas de saúde, o deputado Washington Reis (PMDB-RJ) foi o primeiro a votar, ocupando o lugar que seria de Abel Galinha. “A partir de amanhã Deus possa derramar suas bençãos sobre o país”, disse o deputado fluminense ao anunciar seu voto favorável ao impeachment da presidente.

A votação segue no plenário da Câmara, de maneira alternada. Entre os roraimenses, eram chamados deputados gaúchos.

Mais sobre impeachment

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!