Dilma lamenta morte de Dona Canô, “mulher rica de coragem”

“Ser feliz é para quem tem coragem” era o lema de Dona Canô, lembrado em nota de pesar da presidenta

A presidenta Dilma Rousseff lamentou hoje (terça, 25) a morte de Claudionor Viana Teles Veloso, mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia que era carinhosamente conhecida como Dona Canô. Em nota de pesar (confira a íntegra abaixo), Dilma exaltou a “maior divulgadora e fã” de Santo Amaro da Purificação, terra natal da baiana de 105 anos que, a exemplo do astro Charlie Chaplin, morre em um dia de Natal.

“Nosso Natal ficou mais triste, perdemos Dona Canô. Uma mulher rica de coragem, principalmente a coragem de ser feliz, como ela mesma gostava de dizer”, declara a presidenta, referindo-se à frase atribuída a Dona Canô, “Ser feliz é para quem tem coragem”, que foi cantada em verso, prosa e percussão pela filha em Reconvexo (“Quem não rezou a novena de Dona Canô / Quem não é recôncavo e não pode ser reconvexo”).

Ouça a homenagem a Dona Canô:

 

Dona Canô morreu em casa, em Santo Amaro da Purificação (Recôncavo Baiano), por volta das 9h da manhã desta terça-feira de Natal, depois de passar os festejos natalinos com a família. Em 15 de dezembro, havia se internado depois de sofrer uma isquemia cerebral, mas insistiu em se tratar em casa e recebeu alta no último dia 21.

O velório será fechado para familiares e amigos até as 18h desta terça-feira e, em seguida, o corpo de Dona Canô será encaminhado ao Memorial Caetano Veloso, na Praça da Purificação, onde populares poderão dar adeus à matriarca da família Veloso. O sepultamento será às 10h de amanhã (quarta, 26), no cemitério de Santo Amaro.

Confira a íntegra da nota de pesar:

“Nota de pesar da presidenta Dilma Rousseff pelo falecimento de Dona Canô

Nosso Natal ficou mais triste, perdemos Dona Canô. Uma mulher rica de coragem, principalmente a coragem de ser feliz, como ela mesma gostava de dizer. Construiu uma família em torno do amor pela cultura, pela Bahia e pelo Brasil, expresso no talento de seus filhos, entre eles Caetano Veloso e Maria Bethânia. Sua alegria de viver e sua lucidez conquistaram o coração dos brasileiros. Transmito meu sentimento de pesar aos familiares de Dona Canô e aos filhos e filhas de Santo Amaro da Purificação, que hoje perderam sua maior divulgadora e fã. Dona Canô, mulher forte e sábia, nos deixa muita saudades.

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!