Dilma confirma mudança em três ministérios

Gleisi Hoffmann volta ao Senado e será substituída por Mercadante na Casa Civil. Na Educação, petista será sucedido por José Henrique Paim. No lugar de Padilha, assume Arthur Chioro

A presidenta Dilma Rousseff deu início hoje (30) à reforma ministerial. Em comunicado à imprensa, o Palácio do Planalto confirmou a troca no comando de três ministérios: Educação, Saúde e Casa Civil. A transmissão dos cargos está prevista para a próxima segunda-feira (3).

Pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, o ministro da Saúde Alexandre Padilha será substituído por Arthur Chioro, secretário municipal em São Bernardo do Campo (SP). Gleisi Hoffmann, que deve concorrer ao governo do Paraná também pelo PT, deixa a Casa Civil e volta ao Senado. Em seu lugar assume Aloizio Mercadante, que comanda a Educação. Mercadante será sucedido pelo atual secretário-executivo da pasta, José Henrique Paim.

No final do ano passado, Dilma afirmou que a reforma seria iniciada no final de janeiro e concluída até o Carnaval. Também são aguardadas mudanças em outros ministérios, como o da Integração Nacional, das Relações Institucionais e do Turismo.

Leia a íntegra da nota divulgada pelo Planalto:

“A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje mudanças no seu ministério. A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, deixarão seus cargos.

Para a chefia da Casa Civil, a presidenta indicou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. O novo ministro da Saúde será o médico Arthur Chioro. O novo ministro da Educação será José Henrique Paim Fernandes, atual secretário-executivo do Ministério."

Leia mais sobre reforma ministerial

Mais sobre eleições 2014

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!