Dilma apresenta defesa no TSE contra cinco representações

Rodolfo Torres


O advogado da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, apresentou nesta sexta-feira (14) a defesa em cinco representações ajuizadas contra a petista no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Todas acusam Dilma e o presidente Lula de campanha eleitoral antecipada.


“Em todos os casos, a defesa pede que a Corte julgue improcedente os pedidos, alegando que além de não ter ficado caracterizada a prática de propaganda eleitoral, em nenhum momento se comprova que Dilma Rousseff tinha conhecimento prévio de eventuais manifestações a seu favor nos eventos questionados”, explica o site da corte eleitoral.


Das cinco ações, quatro são de autoria do DEM e uma é do PSDB. Este quer a punição de Dilma, do presidente Lula e dirigentes sindicais por conta de um evento denominado “Encontro da Defesa do Trabalho Decente”, que ocorreu no dia 10 de maio na sede do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo (SP).


O DEM, por sua vez, pede aplicação de multas por eventos públicos realizados em comemoração ao Dia do Trabalhador (1º de maio), em São Paulo; e por um pronunciamento de Lula em cadeia de rádio e TV, realizado no dia 29 de abril, para saudar os trabalhadores brasileiros.


Leia também


TSE condena sindicato por ato contra Serra

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!