Crise no Distrito Federal: secretário de Fazenda ironiza e sugere “vaquinha” para arrecadar dinheiro

João Antônio Fleury fez a proposta em tom de brincadeira após ser questionado sobre como o governo iria honrar os compromissos financeiros sem aumentar impostos

Durante coletiva de imprensa para anunciar o não pagamento do reajuste prometido aos servidores do Distrito Federal, o secretário de Fazenda João Antônio Fleury sugeriu que fosse feita uma “vaquinha” para arrecadar dinheiro para os cofres públicos. A proposta foi sugerida em tom de brincadeira após Fleury ser questionado sobre como o governo faria para honrar com os compromissos sem aumentar impostos.

O secretário explicou que o objetivo do governo não é repassar para a população os custos da dívida pública. Para continuar pagando os débitos, o número de secretarias diminuiu pela metade, houve economia de R$ 803 milhões nas principais despesas, além do corte de 4 mil cargos comissionados e do plano de demissão voluntária de 500 empregados de estatais.

O governador Rodrigo Rollemberg explicou que, apesar das dificuldades financeiras, o IPTU não vai aumentar acima da inflação. “Nós não vamos repassar essa conta para a sociedade. O IPTU, por exemplo, vai ser reajustado apenas pela inflação, como previsto em lei.”

O Distrito Federal passa por uma crise financeira, assim como vários estados e o próprio país. Devido à não concessão dos aumentos previstos desde outubro do ano passado, as 32 categorias que integram o funcionalismo público local anunciaram que vão paralisar as atividades na semana que vem. Para conter o ímpeto dos trabalhadores, o Executivo vai cortar o ponto de quem aderir à paralisações ilegais e até mesmo exonerar quem se recusar a prestar serviços essenciais à população.

Veja mais:

Rollemberg diz que não pagará reajuste: “Não vou quebrar Brasília”

Mais sobre o Distrito Federal

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!