Deputados rejeitam requerimento e mantêm na pauta alteração do horário da Voz do Brasil

Oposição queria adiar votação da Medida Provisória 742/16 por duas sessões. Texto permite às emissoras comerciais e comunitárias de rádio transmitirem o pograma entre as 19h e as 21 h do mesmo dia

 

 

 

Deputados rejeitaram em plenário, por 239 votos a 19, requerimento da oposição apresentados com o objetivo de adiar a votação da Medida Provisória 742/16 por duas sessões. Apresentada pelo Executivo em 26 de julho, a matéria permite que emissoras comerciais e comunitárias de rádio transmitam a Voz do Brasil entre as 19h e as 21 h do mesmo dia.

A regra consta do projeto de lei de conversão elaborado pelo relator, deputado José Rocha (PR-BA), que flexibiliza definitivamente o horário de veiculação do programa, que tem alcance nacional e é um dos mais tradicionais do rádio brasileiro. No texto original, o governo pretendia permitir a flexibilização apenas durante a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro, entre 5 de agosto e 18 de setembro de 2016.

A sessão ainda está em curso na Câmara. Neste momento, a oposição continua insistindo na apresentação de destaques para interferir na votação e no conteúdo da proposição, enquanto defensores da matéria tentam encurtar o caminho para a aprovação do texto.

Mais sobre telecomunicações

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!