Deputado usa verba indenizatória para se defender de acusação da Lava Jato

O deputado federal Dilceu Esperafico gastou R$ 10,6 mil, do cotão da Câmara dos Deputados, para divulgar em rádios no interior do Paraná artigo em que se defende da acusação de ter sido beneficiado pelo esquema de desvios da Petrobras

O deputado federal Dilceu Esperafico (PP-PR) gastou R$ 10,6 mil, da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) da Câmara dos Deputados, para divulgar, em rádios no interior do Paraná, artigo em que se defende da acusação de ter sido beneficiado pelo esquema de desvios de recursos da Petrobras, descoberto na Operação Lava Jato. As informações são do jornal O Globo.

Investigado pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha, Esperafico usou R$ 10,6 mil da Ceap destinada a “divulgação de atividade parlamentar” como forma de se defender das acusações que pesam contra ele no processo de investigação que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

A despesa foi registrada em 14 notas fiscais. “Em oito delas, num total de R$ 6,6 mil, aparece a descrição de que o pagamento foi efetuado por conta da veiculação de três artigos, um deles intitulado ‘Os resultados positivos e negativos da Operação Lava-Jato’”, informa o jornal.

Confira a reportagem completa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!