Deputado devolve R$ 41.196,40 à Câmara

ReproduçãoO deputado Róbson Rodovalho (DEM-DF) devolveu ontem (14) à Câmara R$ 41.196,40, referentes a passagens emitidas da cota parlamentar a que tem direito mensalmente. Como mostrou o Congresso em Foco hoje, ele usou o benefício para transportar artistas gospel e pastores em eventos. Segundo Rodovalho, os shows e seminários faziam parte da Frente Parlamentar da Família, portanto, o uso da verba teria sido legal.


Mesmo assim, o deputado e bispo fundador da igreja Sara Nossa Terra decidiu devolver os valores. Segundo ele, um parlamentar de Brasília não tem motivos para usar a cota de passagens aéreas.


Em nova nota enviada a este site na manhã de hoje (15), Rodovalho informa a devolução do dinheiro, apresenta os comprovantes (clique aqui para ver) e reafirma que fez uso legal da verba aérea de que dispunha.


Leia a íntegra da nova nota do deputado


Aos jornalistas e cidadãos brasilienses,


Em relação ao uso de passagens aéreas dentro da cota de cada parlamentar eleito para atuar na Câmara dos Deputados, o deputado federal licenciado Robson Rodovalho (DEM), atual secretário de Trabalho do Distrito Federal, faz questão de ressaltar que como já anunciado, fez a devolução de R$ 41.196,40 à Câmara dos Deputados no dia 14 de maio de 2009, conforme documento que segue anexo.


Aproveita a oportunidade para informar ainda que o valor devolvido aos cofres públicos é referente a levantamento feito pela própria equipe do parlamentar, uma vez que o valor exato gasto pelo deputado com as passagens aéreas já foi solicitado à Casa, mas até o presente momento, contudo, a Câmara dos Deputados não entregou o levantamento ao parlamentar. Informa que tão logo receba a informação dos referidos valores, caso exista alguma diferença, ela será devolvida à Casa imediatamente.


Reafirma seu compromisso com o cidadão do Distrito Federal e relembra que, conforme já anunciado anteriormente, é contrário ao recebimento de cotas de passagens aéreas por deputados eleitos pelo DF.


Reforça ainda que o uso de dinheiro pertencente à cota de passagens aéreas não era, quando foi utilizado pelo parlamentar (2007), motivo de questionamento visto que todos os deputados federais da Casa receberam instruções de que a cota existia e poderia ser usada da forma mais conveniente para o trabalho parlamentar.


Os critérios para o uso de tais passagens foram praticados de acordo com as regras estabelecidas pela Mesa Diretora da Casa e apenas quando exercia o mandato. Todos os recursos utilizados tiveram importância para os trabalhos realizados pelo deputado nas frentes da Família, Evangélica, e comissões do Meio Ambiente, de Seguridade Social e Família, de Constituição e Justiça, e de Minas e Energia – onde atua nas coordenações desses trabalhos.


Certo de estar agindo da melhor forma dentro dos preceitos que regem sua vida pública - sociais, éticos e religiosos -, agradece a atenção e se coloca à disposição para maiores esclarecimentos.


Dep.Federal Licenciado Robson Rodovalho (DEM)


Leia também


Câmara paga viagem de artistas gospel

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!