Delgado critica “politicagem” e quer discutir reformas fiscal e trabalhista

Pessebista criticou as ofertas feitas pelas outras candidaturas de espaço na Mesa Diretora e de participação nas comissões permanentes. Ao lembrar de Eduardo Campos, disse aos colegas para não desistirem do Parlamento

Candidato do PSB à Presidência da Câmara dos Deputados, o deputado Júlio Delgado (MG) escolheu a aproximação entre o Parlamento e a sociedade brasileira e o combate à “politicagem” como temas principais de seu discurso ao Plenário na tarde deste domingo (1º). Ele ressaltou a importância de um Parlamento independente para discutir as reformas fiscal e trabalhista propostas pelo governo.

“Nós precisamos romper o conceito de que a atividade parlamentar é algo espúrio, distante da sociedade. Não é”, afirmou. Advogado e deputado federal por quatro legislaturas, Delgado destacou que a tônica de seu trabalho será para um Congresso voltado para os reais interesses da sociedade: “Se nós não mudarmos as práticas, se esses novos deputados não praticarem a mudança, iremos retroceder. Façamos da realidade o sinal que o povo nos enviou da rua.” Ele também criticou a construção de um novo anexo na Câmara dos Deputados, o que, em suas palavras, “não é uma obra que dialoga com a sociedade.”

O candidato defendeu a transparência do processo legislativo e se posicionou como “aquele que faz uma opção clara pela vida pública e vive como qualquer cidadão comum que sofre com a inflação e a carga tributária”. Ao elencar melhores práticas políticas, Delgado citou frase em que Rui Barbosa diferencia a politicagem da boa política: “A politicagem é como malária; a boa política tem ética e moral elevados.”

No discurso, ele ainda citou Eduardo Campos, candidato à Presidência da República morto em agosto passado em um acidente de avião. Na sua última entrevista, o pessebista disse que "nós não vamos desistir do Brasil". "Agora, este eleitorado, qualificado que tem de homens e mulheres, de deputadas e deputados, nós não podemos desistir do Parlamento brasileiro. Compete a cada um fazer essa diferença na eleição", finalizou.

Leia a íntegra do discurso de Júlio Delgado

Com informações da Agência Câmara

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!