Datafolha: Haddad tem 58% dos votos válidos

Segundo o instituto de pesquisa, Serra tem 42% das escolhas na véspera das eleições; confira outros resultados em capitais

A mais recente pesquisa Datafolha sobre intenções de voto na capital paulista, divulgada neste sábado (27), mostra o candidato petista à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, com 58% das intenções de voto. São 16 pontos percentuais à frente deu oponente, o tucano José Serra, que tem 42% das preferências na véspera do segundo turno. Como este site informou no dia seguinte à realização do primeiro turno (7 de outubro), os números de Haddad confirmam a tendência de liderança do PT na segunda etapa das eleições municipais.

PT sai na frente na disputa pelas grandes cidades

Com a divulgação da última pesquisa antes da votação de amanhã (domingo, 28), Haddad vê crescer a possibilidade de vitória sobre Serra – ele que sempre registrou, no mínimo, dez pontos percentuais sobre o tucano, já considerada a chamada “margem de erro” (dois pontos percentuais, para mais ou para menos), em todas as pesquisas eleitorais realizadas desde o encerramento do primeiro turno. Na pesquisa anterior, divulgada na última quarta-feira (24), a proporção das escolhas era de 60% dos votos para Haddad, e 40% para Serra.

Tudo sobre as eleições 2012

Neste último levantamento, o Instituto Datafolha considera, no cálculo dos votos válidos, a exclusão das escolhas por votos brancos ou nulos, bem como o percentual de eleitores indecisos. O procedimento é o mesmo usado pela Justiça eleitoral para contabilizar os votos que darão maioria para um candidato se eleger. Segundo a pesquisa, que ouviu 3.992 pessoas de ontem para hoje, 7% dos entrevistados ainda não decidiram seus votos, enquanto brancos e nulos totalizam 11% das consultas.

Computados também os votos brancos e nulos e as indecisões, Fernando Haddad lidera com 48%, contra 34% de José Serra. Os registros demonstram um êxodo de votos herdados de candidatos como Celso Russomanno (PRB) – que liderava as pesquisas no primeiro turno, mas acabou em terceiro lugar – para a campanha petista: Haddad havia perdido para Serra, naquela primeira fase, por cerca de dois pontos percentuais (28,98% e 30,75% dos votos válidos, respectivamente).

Outras disputas

Em Salvador, o PT não tem a vantagem verificada na disputa à capital paulista. Pesquisa Ibope divulgada nesta véspera de segundo turno mostra o candidato Nelson Pelegrino, deputado federal licenciado, com 45% das intenções de voto, enquanto o seu oponente, o também parlamentar licenciado ACM Neto (DEM), desponta na liderança com 55% dos votos válidos.

Excluídos os votos nulos e brancos (9%) e indecisos (3%), o levantamento também dá vantagem ao neto do ex-governador da Bahia, Antônio Carlos Magalhães, morto em 2007: ACM Neto tem 48% das preferências, enquanto Pelegrino tem 40%. Encomendada pela TV Bahia, a pesquisa ouviu 1.001 eleitores entre os dias 25 e 27.

Na corrida à Prefeitura de Curitiba, um dos mais numerosos colégios eleitorais do país, o candidato do PDT, Gustavo Fruet – há até pouco tempo um dos mais destacados deputados do PSDB na Câmara –, lidera a corrida também com cerca de 20 pontos percentuais em relação ao oponente, Ratinho Júnior (PSC). É o que dizem os números do Datafolha em parceria com a RPC TV, emissora da capital paranaense.

Segundo o levantamento, Fruet tem 60% dos votos válidos, contra 40% de Ratinho Júnior. Novamente, não são considerados nesse resultado os votos brancos e nulos (5%), além dos indecisos (5%), em soma que não tiraria de Fruet a vitória em segundo turno. De ontem para hoje, 1.573 eleitores paranaenses foram entrevistados.

Cabeça a cabeça

Fortaleza também tem um petista na disputa, nesse caso em um pleito muito mais disputado. Pesquisa Datafolha realizada sobre a corrida ao comando da capital cearense mostra Elmano de Freitas (PT) disputando cada voto com o candidato do PSB, Roberto Claudio: ambos têm 50% das intenções de voto.

Encomendado pelo jornal O Povo, o levantamento mostra que os votos brancos e nulos totalizam 9%, enquanto que 7% dos entrevistados se declararam indecisos. Considerados todos os tipos de consulta (brancos, nulos, indecisos), os candidatos também se equiparam nas escolhas, os dois com 42% das intenções de voto. O instituto consultou 1.748 eleitores de ontem para hoje. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em Macapá também se verifica uma das mais acirradas disputas do país a esquentar o segundo turno. Pesquisa Ibope divulgada neste sábado, com 602 eleitores entrevistados entre os dias 24 e 26, mostra empate técnico entre os candidatos à prefeitura da capital amapaense. Tanto Clécio Luís (Psol) quanto Roberto Góes (PDT) alcançaram 44% das intenções de voto. A eleição, conclui-se, será decidida entre os indecisos (7% das consultas) e os brancos ou nulos (5%).

Leia também:
Segundo turno chega sem barrados pela ficha limpa
Veja onde haverá segundo turno

Com informações do UOL, da Folha Online e do portal G1.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!