Datafolha: 81% dos brasileiros querem a cassação de Cunha

Avaliação negativa do Congresso atinge a segunda pior taxa da série histórica. Para 53% dos entrevistados, o Parlamento é ruim ou péssimo, aponta pesquisa

Pesquisa Datafolha divulgada pela Folha de S.Paulo mostra que, de cada dez brasileiros, oito defendem a cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Alvo de representação no Conselho de Ética, Cunha foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Procuradoria-Geral da República por corrupção e lavagem de dinheiro. O deputado é acusado de participar do esquema de corrupção na Petrobras, de ter recebido US$ 5 milhões de propina e de ter mentido aos colegas ao negar que tivesse conta bancária na Suíça.

De acordo com o levantamento, feito entre os dias 25 e 26, 81% dos entrevistados disseram apoiar a perda do mandato do peemedebista. Apenas 7% declararam ser contrários. Manifestaram-se indiferentes 4% e 9% não souberam responder. A defesa da cassação de Cunha alcança 90% entre os eleitores com nível superior e aqueles com renda familiar mensal acima de dez salários mínimos.

Segundo a pesquisa, 81% dos entrevistados que se apresentaram como simpatizantes do PMDB apoiam a perda do mandato do peemedebista.

A imagem do Congresso também não para de deteriorar. A avaliação negativa, que era 42% em junho, subiu para 53%. É a segunda pior desde abril de 1993, quando o Datafolha fez a pergunta pela primeira vez. Em setembro daquele ano, 56% consideravam a Câmara e o Senado ruins ou péssimos.

O Datafolha ouviu 3.541 eleitores em 185 municípios em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Mais sobre pesquisas


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!