Crise hídrica: cinco bairros do DF ficam sem água nesta segunda

Companhia da abastecimento suspende o fornecimento em função do longo período de seca e do aumento do consumo. Objetivo é preservar os níveis de reservação e evitar falta de água em maior proporção

 

Em função do longo período de seca no Distrito Federal, dos baixos níveis das captações e do aumento do consumo de água, a Companhia de Abastecimento (Caesb) precisou suspender o fornecimento em quatro bairros nesta segunda-feira (19). Foram atingidos pela medida temporária para evitar a falta de água em maior proporção: Jardim Botânico, São Sebastião, Planaltina, Sobradinho I e Sobradinho II. Além dessas áreas, na região do Vale do Amanhecer, em Planaltina, durante todo o dia haverá redução de pressão. Na semana passada, além destas áreas, outros três bairros também tiveram o abastecimento suspenso.

Os bairros afetados são abastecidos por reservatórios menores, que estão com a capacidade abaixo da mínima. Os grandes reservatórios (Descoberto e Santa Maria) que abastecem 85% dos moradores também estão com níveis baixos. Nos últimos dias, ambos atingiram o menor nível da história. A Barragem do Descoberto, localizada a cerca de 70 km do centro de Brasília, está com apenas 40% do volume útil de água, enquanto o reservatório de Santa Maria (cerca de 40 km do centro) tem cerca de 50%, por exemplo.

O Distrito Federal já decretou estado de situação crítica devido à crise hídrica. Sendo assim, já é autorizado pelo governo o aumento das tarifas nos medidores, assim como está acontecendo no estado do Ceará. Segundo o diretor presidente da Agência Reguladora de Águas do DF (Adasa), porém, a chamada “tarifa de contingência”, só será adotada se fatores como o comportamento da população e a chuva não colaborarem. Aumento na conta pode chegar a 20% se a situação não melhorar.

Depois de 114 dias sem chover forte, foram registradas pancadas de chuva no último final de semana no Distrito Federal. A previsão, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que até quarta (21) ou quinta (22) as chuvas devem voltar. Tempestades com rajadas de ventos, trovoadas e granizo não estão descartadas.

De todo modo, a Caesb e a Adasa alertam para a necessidade da população usar a água de maneira racional. Trocar água de piscina, lavar calçada ou aguar jardins durante o dia são atividades que devem ser evitadas. “A dica é economizar. Mudar a cultura e termos consciência de que a água é finita”, alerta Paulo Salles, diretor da Adasa.

Fique atento às regiões afetadas pela suspensão do abastecimento:

Jardim Botânico – Fechamento: 10h30 (19/09) – Previsão de normalização: 07h de amanhã (20/09) – Endereços: ESAF, Solar de Brasília (Qd 03), Condomínio Jardim Botânico I ao IV, Quintas das Alvoradas, Quintas Interlagos, Quintas do Sol, Jardins do Lago, Bela Vista, San Diego, Mirante das Paineiras e Village Ecológico;

São Sebastião – Fechamento: 11h (19/09) – Previsão de normalização: 10h de amanhã (20/09) – Endereços: Bairro São José e Bairro São Francisco.

Planaltina (Mestre D´Armas) – Fechamento: 11h (19/09) – Previsão de normalização: 11h de amanhã (20/09) – Endereços: Condomínio Mestre D´Armas, Cond. Mansões Itiquira, Cond. Estância, Setor Habitacional Mestre D´Armas.

Sobradinho I – Fechamento: 1h (19/09) – Previsão de normalização: 24h de hoje (19/09) – Endereços: Qds 03, 05, 07 e 09.

Sobradinho II – Fechamento: 1h (19/09) – Previsão de normalização: 24h de hoje (19/09) – Endereços: Sobradinho II (Setores AR’s), Setor Habitacional Contagem, Condomínio Rio Negro e Cond. Recanto do Mene.

Mais sobre Distrito Federal

Mais sobre meio ambiente

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!