CPI do Cachoeira adia votação de relatório final

Pela terceira vez, parlamentares adiam análise das conclusões da comissão. Oposição apresenta três votos em separado, que serão avaliados pelo relator. Não há data para votação, mas prazo para a CPI acaba no próximo dia 22

Os parlamentares da CPI do Cachoeira decidiram adiar, pela terceira vez, a votação do relatório final do colegiado para corrigir trechos pontuais do texto produzido pelo relator, deputado Odair Cunha (PT-MG). O documento ainda trazia trechos que versavam sobre o indiciamento de jornalistas que tiveram relação com o contraventor Carlinhos Cachoeira e sobre o pedido de investigação sobre a atuação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel no caso da Operação Vegas, da Polícia Federal.

Há duas semanas, Odair aceitou suprimir esses trechos do seu relatório, mas alguns parlamentares alegaram que ainda há referências sobre os casos no texto. Odair afirmou que havia um "erro de impressão". Com o novo adiamento, ainda não há data definida para a votação do relatório. O prazo final para a conclusão dos trabalhos da comissão termina no próximo dia 22.

Veja o resumo do novo relatório de Odair

Veja quem são os alvos do relatório de Odair Cunha
Tudo sobre o caso Cachoeira

O adiamento foi proposto pelo presidente do colegiado, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). Ele sugeriu que na sessão de hoje os parlamentares se dedicassem apenas a discutir o texto, para que a votação pudesse ser feita em outra reunião.

Além do relatório, os integrantes da CPI precisam analisar algumas sugestões individuais apresentadas ao relator e três votos em separado: um do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), outro do deputado Rubens Bueno (PPS-PR) e o terceiro, da bancada do PSDB no Congresso. Este último é assinado pelos senadores Alvaro Dias (PR), Cyro Miranda (GO) e Cássio Cunha Lima (PB) e pelos deputados Carlos Sampaio (SP), Domingos Sávio (MG), Vaz de Lima (SP), Vanderlei Macris (SP) e pelo senador do PMDB Jarbas Vasconcelos (PE).

Os votos em separado não serão apreciados pelos parlamentares. Mas algumas sugestões podem ser incorporadas pelo relator. Em reuniões anteriores, Odair Cunha admitiu que poderia incluir em seu seu relatório algumas sugestões de outros parlamentares caso fosse essa a vontade da maioria do colegiado.

Odair exclui jornalistas e Gurgel de relatório

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!