Cortes no Orçamento somente em fevereiro, diz Dilma

Nos últimos dias, cresceu a expectativa do anúncio de um contigenciamento próximo aos R$ 70 bilhões. Presidenta está preocupada com a crise e quer estímulo ao crédito

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (23) que os cortes no Orçamento de 2012 deverão ser definidos nas próximas semanas. Nos útimos dias, a expectativa era que fosse anunciado hoje o contigenciamento de aproximadamente R$ 70 bilhões dos gastos previstos para o ano. Questionada por jornalistas hoje antes de reunião interministerial, Dilma disse que a reunião trataria apenas de assuntos de governo.

O ministro da Comunicações, Paulo Bernando, confirmou que ninguém no governo falou sobre cortar cerca de R$ 70 bilhões do Orçamento deste ano. No entanto, ele afirmou que haverá alguns ajustes nos gastos, mas não detalhou quanto e quando serão feitos. Segundo o ministro, contingenciamentos são normais e disse que são como o carnaval: “Todo ano tem”. Ele foi ministro do Planejamento na gestão do ex-presidente Lula. De acordo com Paulo Bernando, as ações que o governo está tomando para equilibrar a economia, como a redução da taxa de juros, são fatores que colaboram para que o país possa crescer economicamente.

De acordo com o titular das Comunicações, a presidenta pediu que bancos públicos estudem medidas que possam estimular o crédito, o que influenciaria no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). Dilma entende que o estímulo pode ajudar a remediar os efeitos da crise internancional no país. Para Paulo Bernado, um PIB de 4,5% é “perfeitamente possível”, pois acredita que a economia brasileira deverá apresentar uma recuperação no segundo semestre.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!