Após adiar, Conselho anula votação de parecer contra André Vargas

Deputados primeiro adiaram, depois votaram continuidade de processo, mas tudo foi desfeito porque acontecia uma sessão no plenário da Câmara naquele momento

Primeiro, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara adiou. Depois tentou votar. E por fim anulou a votação, nesta terça-feira (29), do parecer preliminar favorável à continuação do processo disciplinar contra o deputado licenciado André Vargas (ex-PT-PR). No início da noite de hoje, os deputados aprovaram, por 12 a zero, a continuidade do processo, mas a ordem do dia do plenário estava acontecendo, o que anulou tudo no Conselho de Ética.

Hoje à tarde, o motivo adiamento, solicitado pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), foi justamente o início da ordem do dia. Na semana passada, o conselho também havia adiado a votação do parecer. Tudo motivado por um pedido de vista do deputado Zé Geraldo (PT-PA).

O Conselho poderá tentar a votação na quarta-feira (30). Se o parecer, formulado pelo deputado Júlio Delgado (PSB-MG),  for aprovado, caberá ao colegiado investigar as relações de Vargas com o doleiro preso Alberto Youssef e decidir se ele quebrou ou não o decoro parlamentar.

Para Delgado, há indícios suficientes para iniciar as investigações. “O representado [Vargas] é detentor de mandato de deputado federal; há reportagens que relacionam a ele os fatos narrados e, ao menos em tese, o fornecimento de informações privilegiadas e a intermediação de interesses de terceiro junto ao ministério, aliada a recebimento de vantagens, podem constituir ato incompatível com o decoro parlamentar”, disse.

Youssef foi preso na primeira fase da Operação Lava-Jato, deflagrada em março último pela Polícia Federal para desbaratar esquema de lavagem de dinheiro que pode ter desviado mais de R$ 10 bilhões.

Vargas chegou a anunciar que renunciaria ao mandato, mas recuou sob o argumento de que, mesmo com a renúncia, o procedimento disciplinar aberto contra ele no conselho de ética prosseguiria. Renunciou apenas ao posto de primeiro-vice-presidente da Câmara. Na semana passada,

Atualizada às 19h18

Leia mais sobre André Vargas

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!