Conheça amanhã os melhores parlamentares do ano

Quase duas centenas de jornalistas definiram a relação dos deputados e senadores que disputarão, a partir de amanhã, o voto do internauta no Prêmio Congresso em Foco 2012

Quem são os melhores parlamentares do ano? Quais são aqueles que mais se destacam em algumas das principais áreas temáticas de atuação? Quais são os de maior futuro? Se você ainda não tem uma resposta para essas perguntas, é bom começar a pensar. Começa amanhã (13) a sétima edição do Prêmio Congresso em Foco, que distinguirá os deputados e senadores que melhor têm exercido o mandato. E este ano tem uma série de novidades.

A relação dos finalistas será divulgada também amanhã, quando serão anunciados os congressistas mais bem avaliados pelos jornalistas, responsáveis pela seleção que será submetida ao internauta, na segunda fase de votação. O voto da internet definirá a ordem de classificação dos finalistas.

A seleção deste ano foi feita por 186 jornalistas que cobrem as atividades do Congresso Nacional, profissionais que, por dever de ofício, acompanham de perto a atuação dos parlamentares. Mais uma vez, a votação foi monitorada e fiscalizada pelo Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, que apoia institucionalmente a iniciativa.

Jantar lança Prêmio Congresso em Foco 2011
Leia outros destaques do Congresso em Foco

Entre quarta (8) e sexta-feira (10), três urnas circularam entre as dependências da Câmara e do Senado e as principais redações de Brasília. Também puderam registrar seus votos os jornalistas que estão concentrados na cobertura do julgamento do mensalão. Uma urna foi levada até o Supremo Tribunal Federal (STF).

Processados excluídos

Ao votarem, os jornalistas se depararam com a primeira grande novidade desta edição: a instituição de uma espécie de cláusula de barreira. Pelo regulamento, foram excluídos da votação parlamentares que respondem a acusações criminais no Supremo Tribunal Federal (STF), a processos nos conselhos de ética da Câmara e do Senado ou que tenham sido alvo de denúncias por violação aos direitos humanos, tais como a exploração de trabalho escravo e homofobia.

“Ao proibirmos a premiação de parlamentares acusados criminalmente, apenas tornamos expressa uma regra que já era tácita”, afirma o diretor e fundador do Congresso em Foco, Sylvio Costa, para quem as mudanças garantirão ainda “maior credibilidade ao projeto”.

Escolha do internauta

A outra grande novidade virá na segunda fase de votação. Assim como ocorreu nas seis edições anteriores, os internautas poderão endossar nomes selecionados pelos jornalistas ou - e aí vem a mudança – apontar um nome fora da lista. Ou seja: se o internauta não concordar com nenhuma das indicações dos jornalistas, poderá sugerir outros nomes, fato que não ocorria nas edições anteriores do Prêmio Congresso em Foco. Esses parlamentares também devem superar as regras da nova “cláusula de barreira”.

O internauta poderá votar nos cinco nomes mais lembrados pelos jornalistas em nove categorias especiais:

Combate ao crime organizado”, apoiada pela Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF);

Defesa da democracia”, patrocinada pela Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF);

Defesa da Previdência Social e dos servidores públicos”, com o apoio da Associação Nacional dos Auditores Ficais da Receita Federal do Brasil (Anfip);

Defesa da segurança jurídica e da cidadania”, apoiada pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg)  e também pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen);

Defesa dos consumidores”, categoria apoiada pela Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical);

Parlamentares de Futuro”, patrocinada pela Ambev, no qual serão distinguidos somente os deputados e senadores com menos de 45 anos.

E outras três categorias, que premiarão os parlamentares de maior destaque na defesa da inovação tecnológica, do desenvolvimento econômico e da saúde.

Os internautas poderão votar de amanhã até o dia 15 de outubro.

O evento de premiação será realizado em Brasília no dia 8 de novembro.

A edição deste ano tem o patrocínio da AmBev e da Souza Cruz, o apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais (APCF), da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), da Arpen Brasil, da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), da Anfip,da Anffa Sindical e da Federação Brasileira de Associações Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite). A iniciativa tem o apoio institucional do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal.

Saiba mais sobre o Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!