Congresso em Foco vive a fase de maior audiência de sua história

Site acumula mais de 2 milhões de visitas desde o início do ano. Só em março, foram mais de 1 milhão

2014, o ano em que completamos uma década de vida, tem trazido uma sucessão de boas notícias para o Congresso em Foco.

O site já superou neste ano o patamar de 2 milhões de visitas, das quais mais de 1 milhão somente em março, que agora é o mês de maior audiência da nossa história.

Para quem gosta de dados precisos, aí vão eles. Segundo o Google Analytics, tivemos no mês passado exatamente 1.074.967 visitas, feitas por 895.143 visitantes únicos. Em relação a março de 2013, o aumento é de, respectivamente, 61,2% e 58,5%.

Embora significativos, ainda mais para um veículo segmentado que não tem a pretensão de cobrir todos os assuntos, os números não representam o nível máximo de acessos registrados até o momento pelo Congresso em Foco.

O pico ocorreu entre 5 de março e 4 de abril deste ano, quando recebemos 1.241.741 visitas, feitas por 1.020.775 visitantes únicos, que visualizaram quase 1,5 milhão de páginas. Em comparação com o mesmo período do ano passado, as visitas cresceram 92%; as visualizações de páginas, 81%; e os visitantes únicos, 87,5%.

Também cresce de maneira significativa a presença do Congresso em Foco nas redes sociais. No Facebook, no qual nossa ação é relativamente recente, o post que noticiava a decisão do PCdoB de pedir a suspensão das verbas de publicidade do SBT por causa das afirmações feitas no ar pela apresentadora Rachel Sherezade obteve mais de 835 mil visualizações.

De um ano pra cá quase dobrou o número de pessoas que curtiram a página do Congresso em Foco no Facebook (mais de 74 mil até este momento), mas há claros sinais de que podemos ir bem mais longe. Basta dizer que 7.829 usuários – mais de 10% do total – passaram a nos seguir nos últimos dez dias.

Entre os temas que geraram maior audiência neste ano, merecem destaque, além do caso Sheherazade, os novos dados sobre a assiduidade dos parlamentares federais, a ameaça de estupro à deputada Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), o caso Petrobras e a lista dos concursos públicos com inscrições abertas no país.

O alcance dessas notícias, muitas vezes, foi amplificado pelo destaque dado pelo UOL – parceiro do Congresso em Foco – em sua página inicial.

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!