Congresso em Foco errou ao envolver Jaime Martins em inquérito

Site manteve no ar, por dez minutos, em subtítulo de matéria o nome do deputado mineiro no lugar de Jairo Ataíde, condenado por crime de responsabilidade pelo STF. A informação foi corrigida logo em seguida

No último dia 10, o Congresso em Foco manteve no ar, por dez minutos, uma informação equivocada no subtítulo da notícia “STF condena deputado por crime de responsabilidade”. No lugar do deputado Jairo Ataíde (DEM-MG), que se livrou da punição porque o crime prescreveu, foi citado indevidamente o deputado Jaime Martins (PR-MG). O nome do parlamentar não era citado no título, e a informação estava correta no corpo da matéria. Assim que identificou o erro na chamada, o Congresso em Foco corrigiu a informação com a seguinte errata:

 

“A matéria original, publicada às 18h20 de 10 de outubro, continha um erro de informação. Na linha abaixo do título estava o nome do deputado Jaime Martins (PR-MG) ao invés de Jairo Ataíde. A correção foi realizada logo depois, às 18h30. Ao contrário do parlamentar do DEM, Martins não é investigado e nem é alvo de ações penais no Supremo Tribunal Federal.”

A pedido do deputado Jaime Martins, o Congresso em Foco reitera que o nome dele não aparece na lista dos congressistas sob investigação no Supremo. O site lamenta pelo erro e se desculpa com o parlamentar e todos os leitores deste veículo. Como mostra levantamento da Revista Congresso em Foco, 224 deputados e senadores (veja quem são eles) têm pendências judiciais no Supremo.

STF condena deputado por crime de responsabilidade

Número de parlamentares investigados bate recorde

Outros textos sobre processos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!