Confira as restrições de acesso ao Senado durante o julgamento do impeachment

“Não será permitido o ingresso nas dependências do Senado de pessoas estranhas ao trabalho”, informa a Diretoria-Geral da Casa. Limitações se estenderão de 24 de agosto a 2 de setembro

O acesso ao Senado Federal será restrito aos servidores e outros colaboradores da Casa durante o julgamento da presidente afastada, Dilma Rousseff. Segundo nota da Diretoria-Geral, “não será permitido o ingresso nas dependências do Senado de pessoas estranhas ao trabalho”. O programa de visitação institucional do Congresso Nacional também será suspenso a partir desta quarta-feira (24) até 2 de setembro. Outras informações sobre o programa podem ser obtidas no endereço.

A sessão está marcada para quinta-feira (25), às 9h, no Plenário do Senado, e deve prosseguir até a próxima semana, conforme roteiro acordado por líderes partidários com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que presidirá o julgamento.

O Salão Azul, o Salão Negro, o Salão Nobre e o Plenário do Senado serão isolados no período. Além dos senadores, somente ex-senadores, suplentes de senadores e deputados federais no exercício do mandato, desde que identificados, poderão permanecer no Plenário, além dos servidores com credencial específica para o local.

O acesso de veículos à portaria do Salão Branco do Congresso (conhecido como Chapelaria), que será feito exclusivamente pela Via N2, estará interditado durante os dias de julgamento, inclusive para os servidores. Apenas os veículos dos parlamentares poderão acessar o local, para embarque, desembarque e estacionamento.

Esplanada interditada

De acordo com o Governo do Distrito Federal, as vias S1 e N1, da Esplanada dos Ministérios serão parcialmente interditadas desde a Catedral até a Praça dos Três Poderes, a partir da 0h01 da quinta-feira, enquanto durar o julgamento. A interdição será total somente se houver grandes manifestações. O trânsito na Esplanada será liberado quatro horas depois das interrupções da sessão e do final do julgamento. Já as vias N2 e S2 estarão liberadas para o trânsito durante todo o tempo.

Mais sobre impeachment

O Brasil nas ruas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!