Confira a íntegra da denúncia da PGR contra Eduardo Cunha

Procuradoria-Geral da República denunciou o presidente da Câmara por lavagem de dinheiro, corrupção e por integrar organização criminosa. Veja toda a argumentação utilizada pelo procurador-geral da República

A Procuradoria-Geral da República (PGR) protocolou, no início da tarde desta quinta-feira (20), denúncia  no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por envolvimento no esquema de desvios na Petrobras desarticulado pela Operação Lava Jato. Caso a denúncia seja aceita pelos ministros do Supremo, o presidente da Câmara se tornará réu em ação penal e estará sujeito a uma eventual condenação.

De acordo com a petição, o deputado é acusado de ter cometido os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção e de integrar organização criminosa. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomenda aos ministros do Supremo que o peemedebista seja condenado a ressarcir os cofres públicos em US$ 80 milhões por danos causados à Petrobras e à administração pública.

Confira a íntegra da denúncia contra Cunha

Mais sobre a Operação Lava Jato


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!