Concursos abertos no país passam de 26 mil vagas

Seleções abrem espaço nas diferentes esferas do poder e para os diferentes níveis escolares. Maior salário, de R$ 15,7 mil, é no certame do Banco Central, que escolhe 15 pessoas com formação em direito

Os concursos com as inscrições abertas em todo o país somam 26.884 vagas nas diferentes esferas dos poderes e níveis de escolaridade. Entre os certames, o que oferece a maior remuneração é o do Banco Central, que vai escolher 15 bacharéis de direito com salário de R$ 15.719,13. Já a Fundação do ABC, em São Paulo, é que a possui mais oportunidades: 3.036 para nível médio/técnico e superior.

A lista de concursos com edital aberto no país

O edital do Banco Central, recém lançado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), tem como objetivo escolher 15 novos funcionários do órgão, todos com formação em direito. As provas estão marcadas para 6 de outubro. Já a Fundação ABC, além de oferecer o maior número de vagas, também tem salários altos. Os vencimentos podem chegar a R$ 15.172,86.

Não são apenas o Banco Central e a Fundação ABC que possuem altos salários. A Defensoria Pública de São Paulo (DPE-SP), por exemplo, o vencimento máximo chega a R$ 11.235 para nível superior. São 90 vagas abertas, com provas previstas para 22 de setembro, 27 de outubro e 3 de novembro. Já o teto da Fundação de Saúde de Rio Claro (SP) é de R$ 12.675,69.

As prefeituras de Ibirama (SC) e Mallet (PR) também possuem atrativos financeiros para os concurseiros. A cidade catarinense abriu seleção para 77 novos servidores em todos os níveis. Os salários podem chegar a R$ 10.575,25. Já o município paranaense paga até R$ 11.207,86. Por sua vez, a prefeitura de Itapajé (CE) seleciona 1.980 funcionários de todos os níveis com teto de R$ 15,6 mil.

Mais sobre concursos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!