Concurseiro provou e não sentiu qualquer melhora

A única coisa que Jorge diz ter sentido foi falta de ar em alguns momentos

Quando o servidor público Jorge* se preparava para concursos, decidiu experimentar Ritalina. Ele conta que não percebeu melhoras significativas em seu nível de concentração. “Tudo que senti, na verdade, foi uma sensação de falta de ar em alguns momentos. Acabei abandonando a medicação e contando com minha própria capacidade para estudar”, relata.

Jorge não teve dificuldades em conseguir uma receita médica para comprar a droga. “Fui ao psiquiatra e, após alguns minutos relatando meu cotidiano, ele me diagnosticou como ‘hiperativo’. Achei tudo muito superficial, pois após apenas uma pequena conversa, saí com a receita na mão. Em minha opinião, não houve uma análise aprofundada”, relata.

A maioria dos concurseiros não se dá ao trabalho de procurar profissionais para comprar o medicamento. Em vários fóruns de discussão na internet pessoas perguntam onde conseguir Ritalina sem receita médica e encontram quem os informe como encontrar.

* O nome do personagem foi alterado para preservar a sua identidade

Remédio é comprado sem qualquer restrição

Droga para hiperativos vira moda entre concurseiros

O que é o Congresso em Foco (vídeo)


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!