Como os senadores investigados votaram impeachment de Dilma

Saiba quais são os senadores suspeitos de crimes que participaram da votação do impeachment e o voto dado por cada um deles na sessão histórica que afastou a presidente Dilma do mandato. Veja também a defesa deles

Aécio Neves (PSDB-MG) - Sim

Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) - Sim

Benedito de Lira (PP-AL) - Sim (Lava Jato)

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) - Sim

Ciro Nogueira (PP-PI) - Sim (Lava Jato)

Dário Berger (PSDB-SC) - Sim

Edison Lobão (PMDB-MA) - Sim (Lava Jato)

Eduardo Amorim (PSC-SE) - Sim

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) - Sim (Lava Jato)

Fernando Collor (PTC-AL) - Sim (Lava Jato)

Gladson Cameli (PP-AC) - Sim (Lava Jato)

Gleisi Hoffmann (PT-PR) - Não (Lava Jato)

Humberto Costa (PT-PE) - Não (Lava Jato)

Ivo Cassol (PP-RO) - Sim

José Agripino (DEM-RN) - Sim

Lindbergh Farias (PT-RJ) - Não (Lava Jato)

Romero Jucá (PMDB-RR) - Sim (Lava Jato)

Sérgio Petecão (PSD-AC) - Sim

Simone Tebet (PMDB-MS) - Sim

Valdir Raupp (PMDB-RO)-  Sim (Lava Jato)

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) - Não

Wellington Fagundes (PR-MT) - Sim

 

Absteve-se por estar no exercício da Presidência do Senado:

Renan Calheiros (PMDB-AL) (Lava Jato)

Ausente:

Jader Barbalho (PMDB-PA) (Lava Jato)

Veja a lista completa de votação do impeachment no Senado

Um terço do Senado é investigado por crimes

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!