Comitê tira Morumbi da Copa de 2014

Mário Coelho


O estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, está fora da Copa do Mundo de Futebol de 2014. A decisão foi comunicada nesta quarta-feira (16) por meio de uma nota oficial divulgada no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). De acordo com o comunicado, o Morumbi foi tirado da Copa por não entregar as garantias financeiras referentes ao projeto de reforma do estádio em 14 de maio.


O Comitê da Cidade de São Paulo enviou recentemente ao Comitê Organizador Local (COL) um sexto projeto, que não será examinado, por ter sido entregue fora do prazo estabelecido pelo órgão. Presidido por Ricardo Teixeira, que também comanda a CBF, o COL é responsável por analisar e acompanhar o andamento das obras nas 12 cidades sede do maior evento mundial do futebol.


A decisão de tirar o Morumbi da Copa não se estende à cidade de São Paulo. Por enquanto, o município continua como uma das sedes do mundial. Porém, o comitê local deve apresentar um novo projeto e novas garantias financeiras ao COL e à Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), que estudarão a nova proposta.


Novo estádio

Uma das possibilidades para a cidade de São Paulo é a construção de um novo estádio em Pirituba, custando entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões e bancado pelo governo paulista e pela iniciativa privada. Outra é o novo Parque Antártica, do Palmeiras. Uma empresa especializada em construção de arenas vai bancar as obras da nova praça esportiva.


O Morumbi pode não ser o único estádio a ser tirado da Copa. O jornal Gazeta do Povo, do Paraná, publicou hoje que também existe a possibilidade de a Arena da Baixada, do Atlético Paranaense, ficar fora do evento. E aconteceria pelo mesmo motivo atribuído ao estádio do São Paulo Futebol Clube: falta de garantias financeiras. Curitiba também tem um plano B: um novo estádio construído com dinheiro público.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!