Começa a era Trump nos EUA: “Daqui em diante será a América primeiro”

Com discurso nacionalista e populista, 45º presidente dos Estados Unidos toma posse em Washington para mandato de quatro anos. "Vamos trazer de volta nossos empregos, nossas fronteiras, nosso patrimônio e sonhos", afirmou

O empresário Donald J. Trump se tornou oficialmente presidente dos Estados Unidos da América nesta sexta-feira (20). Em seu discurso de posse, o polêmico republicano falou em tom nacionalista e populista. "Estamos devolvendo o poder para a população. Chegou a hora do povo", discursou Trump. "Daqui em diante será a América primeiro", prometeu.

O novo presidente recebeu o cargo de Barack Obama, que ficou oito anos no cargo da maior potência do mundo. A cerimônia de posse aconteceu no Capitólio - prédio do Congresso norte-americano. Segundo os organizadores, entre 900 mil e 1 milhão de pessoas, de todo o país e do exterior, acompanharam em Washington a posse de Trump.

O novo presidente não citou temas polêmicos como a construção de um muro para dividir os Estados Unidos do México, a situação dos cubanos e os acordos com a Alemanha e a China. Falou apenas da relação com o terrorismo: "Vamos nos unir contra o extremismo islâmico, que vamos erradicar da face da Terra".

Trump é o 45º presidente dos Estados Unidos, junto com o vice-presidente eleito Mike Pence. Tido como um dos principais avanços de Obama à frente da maior potência mundial, a igualdade racial também foi citada por Trump, mas à sua maneira. "É hora de lembrar aquela velha sabedoria nossos soldados nunca vou esquecer: que, se somos pretos ou castanho ou branco, todos nós temos o mesmo sangue vermelho sangue de patriotas!", discursou.

Poucos minutos antes da posse, ativistas mascarados destruíram carros e quebraram vidraças de lojas em ruas da capital norte-americana, longe do Capitólio. Eles levaram bandeiras anarquistas pretas e cartazes com os dizeres: "Junte-se à resistência. Lute agora". A polícia usou spray de pimenta para evitar que os ativistas continuassem com as depredações nas ruas.

Assista à posse:

 

Mais sobre internacional

Continuar lendo