Checando Ana Amélia e graduados no Brasil anualmente

“O Brasil formava, em 2003, em torno de 500 mil estudantes. Em 2014, já graduamos mais de 1,1 milhão de estudantes.” – Fátima Bezerra (PT-RN), senadora, no plenário, na terça-feira (18)

Pública e Congresso em Foco

Ainda não se sabe quantos brasileiros concluíram cursos universitários no ano passado, porque o Censo da Educação Superior de 2014 só será divulgado pelo Inep em setembro. Logo, o número usado pela senadora Fátima Bezerra não existe.

Também não é correto dizer que os estudantes se graduaram ou se formaram. O Inep faz a contagem dos alunos que concluíram todos os créditos exigidos pelo curso. Parte deles pode não ter obtido o diploma por vários motivos, como não cumprimento de atividades complementares ou inadimplência no pagamento de mensalidade. De 2012 para 2013, houve inclusive uma queda na quantidade de estudantes que teriam terminado seus cursos de graduação.

De acordo com o Censo da Educação Superior de 2013, 991 mil alunos conseguiram cumprir todos os créditos naquele ano. Em 2012, o número foi de 1,05 milhão, pouco mais do que o dobro em 9 anos, o que é considerado um recorde. Na época, o Ministério da Educação explicou a queda de 2012 para 2013 por conta da supervisão feita em parte das instituições de ensino privado. Isso teria resultado em descredenciamentos, suspensão ou redução de vagas.

Procurada pelo Truco no Congresso, a assessoria da senadora afirmou que, para chegar a 1,1 milhão de alunos, foi feita uma projeção com base na evolução do número de matrículas de 2008 a 2010 e no crescimento registrado até 2012. A queda de 2013 teria sido um ponto fora da curva. Mas isso não ficou claro no discurso da senadora e pode ou não ser confirmado pelos resultados oficiais, que serão divulgados em breve.

Mais sobre Truco no Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!