CGU investiga servidores por denúncias na Petrobras

Órgão de controle do governo federal diz haver indícios que funcionários receberam propina de empresa holandesa em troca de contratos com a estatal, informa a Folha de S. Paulo

A Controladoria-Geral da União (CGU) abriu investigação contra seis funcionários e ex-servidores da Petrobras e da SBM Offshore por suspeita de pagamento de propina. De acordo com a Folha de S. Paulo, há a suspeita que a empresa holandesa subornou para conseguir contratos com a estatal brasileira do petróleo.

Relatório parcial da CGU, concluído nesta semana, mostra que existem “indícios fortes” de suborno na estatal. À Folha, o ministro-chefe Jorge Hage informou que foram encontrados casos de funcionários da Petrobras com patrimônio incompatível com a renda. A SBM já procurou o órgão de controle para celebrar um acordo de leniência.

Leia a matéria completa

Mais sobre a Petrobras

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!