Cerca de 40 mil participam de protesto em frente ao Congresso

Organizada pelo pastor Silas Malafaia, manifestação teve como alvos aborto, casamento gay, a censura às religiões e à imprensa. Evento incluiu shows de música gospel

Cerca de 40 mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, participaram do protesto em frente ao Congresso organizado por entidades evangélicas. A manifestação tinha como alvo aborto, o casamento gay, a censura às religiões e à imprensa. Desde às 15h, pastores, parlamentares e cantores gospel se alternaram no palco instalado no canteiro central da Esplanada dos Ministérios.

"A maioria não pode calar uma maioria, isso é o Estado Democrático de Direito. Eu não quero privilégio para evangélico, mas também não quero privilégio para gay", disparou o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo Silas Malafaia, que organizou o evento. Nos discursos, críticas à decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em obrigar cartórios a reconhecer a união civil entre pessoas do mesmo sexo e celebrar o casamento homoafetivo.

O número de pessoas, no entanto, ficou abaixo do esperado. Apesar de Malafaia garantir a presença de pelo menos 30 mil pessoas, integrantes da Frente Parlamentar Evangélica garantiam 100 mil presentes. Outro ponto contestado pelos evangélicos é a ampliação das possibilidades de aborto. No entanto, apóiam o Estatuto do Nascituro, que cria a "bolsa estupro" e abre brecha para acabar com todas as possibilidades de aborto, inclusive as atualmente previstas em lei.

Durante a manifestação, grupos de defesa LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) também fizeram um protesto. Cerca de 100 pessoas criticaram as bandeiras levantadas pelos evangélicos, apoiaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criminalização da homofobia. De acordo com a Polícia Militar, não houve confronto entre os manifestantes.

 

Evangélicos protestam contra aborto e casamento gay

Malafaia: gays foram violentados quando crianças

Outros textos relacionados com temas religiosos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!