CCJ da Câmara aprova flexibilização da Voz do Brasil

Emissoras de rádio comerciais, comunitárias e das casas legislativas poderão transmitir o programa oficial entre 19h e 22h

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta quarta-feira (17) o projeto de lei que flexibiliza o horário de transmissão do programa A voz do Brasil. De acordo com a proposta, que ainda precisa ser aprovada pelo plenário para ir à sanção presidencial, o programa oficial pode ir ao ar nas rádios entre 19h e 22h. Atualmente, o horário é fixo, das 19h às 20h.

Os integrantes da CCJ analisaram o relatório apresentado pelo deputado Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS). O peemedebista leu seu parecer na semana passada, quando foi concedida vista coletiva. Ao voltar à pauta hoje, a proposta acabou aprovada. No texto original, apresentado pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AM), a flexibilização ficava entre 19h e 0h30.

Além disso, as emissoras de televisão ficavam obrigadas a transmitir o programa. Elas deveriam passar A voz do Brasil no mesmo período das rádios, entre 19h e 0h30. Para a autora do projeto, era preciso viabilizar a ampla disseminação de informações sobre as atividades realizadas pelo governo federal, pelo Legislativo e pelo Judiciário. No entanto, a obrigatoriedade foi retirada ainda na sua primeira tramitação na Câmara.

A Voz do Brasil está no ar há mais de 70 anos. O objetivo é levar informação sobre os atos do governo aos cidadãos dos mais distantes pontos do país. O programa tem uma hora de duração. Do total, 25 são destinados ao poder Executivo, cinco para o Judiciário e 25 para o Legislativo (15 para a Câmara e dez para o Senado).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!