Cármen Lúcia: TSE esgotou dúvidas sobre barrados

Para a ministra, resultado das votações em 50 cidades não será alterado por eventuais trâmites judiciais, ao fim do segundo turno

A despeito da quantidade de recursos apresentados por candidatos descontentes neste pleito municipal, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou neste sábado (27) que o segundo turno das eleições 2012 transcorrerá sem julgamentos de candidatura pendentes. Segundo a presidenta do tribunal, ministra Cármen Lúcia, todas as pendências sobre os registros, boa parte deles contestada com base na Lei da Ficha Limpa, já estão resolvidas. Cem candidatos estão na briga nesta segunda fase das eleições, a ser realizada a partir das 8h de amanhã (domingo, 28).

Leia também:
Segundo turno chega sem barrados pela ficha limpa
Veja onde haverá segundo turno
Tudo sobre as eleições 2012

Ao todo, mais de 31 milhões de eleitores irão às urnas amanhã, em 50 cidades com segundo turno distribuídas por 20 estados. Segundo o TSE, seis mil candidatos foram às urnas em situação sub judice, ou seja, com julgamento sobre seu registro ainda por ser realizado. Como o Congresso em Foco mostrou em 11 de outubro, quatro dias depois do primeiro turno, a rejeição de contas prestadas por mandatários é o principal problema para a grande maioria dos barrados com base na ficha limpa.

Rejeição de contas é o maior problema de barrados pela ficha limpa
Veja a lista dos barrados pela Justiça eleitoral

Cármen Lúcia deu entrevista ao participar da cerimônia de checagem do sistema nacional de captação de votos. De acordo com a ministra, embora possa haver um ou outro embargo de declaração (pedidos de análise sobre sentenças de última instância), as “respostas judiciais” apresentadas ao TSE – que dá a última palavra sobre os recursos – serão suficientes para assegurar os resultados do segundo turno.

“Corre-se o risco de ter alguma ação superveniente, ou algum recurso que nós não podemos ainda prever. Mas, relativamente ao segundo turno, os ministros [do TSE] priorizaram justamente para que fosse tudo resolvido”, garantiu a ministra, para quem os “ânimos” estão mais acirrados no segundo turno, principalmente por parte de eleitores que não votaram na primeira fase do pleito.

A presidenta do TSE fará hoje (sábado, 27) um pronunciamento à nação, em cadeia nacional de rádio e TV, às 20h30, quando exortará os eleitores a votar conscientemente. “Sempre escolha o que você quer. Procure saber o que você quer da vida, porque é você que está fazendo a sua vida”, disse mais cedo Cármen Lúcia.

Mas, se em relação ao segundo turno entre prefeitos a situação é satisfatória, segundo a Justiça eleitoral, o mesmo não pode ser dito em relação a 87 municípios espalhados por 23 estados. Como o Congresso em Foco mostrou com exclusividade no último dia 19, o alto número de votos anulados nessas cidades pode levar à realização de um novo pleito. O levantamento do site desenvolve outra reportagem aqui publicada, em 7 de outubro, mostrando que as eleições municipais de 2012, por causas variadas, acontecem sub judice.

Quase 90 cidades poderão ter novas eleições
Eleições municipais acontecem sub judice

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!