Cardeal argentino será o papa Francisco

Jorge Mario Bergoglio é o primeiro não europeu a assumir o papado em 1.300 anos

O argentino Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos,  acaba de ser anunciado como sucessor de Bento XVI, que renunciou ao pontificado no mês passado. Bergoglio é o primeiro papa não europeu em 1.300 anos, o primeiro latino-americano. O anúncio foi feito pelo cardeal francês Jean-Louis Tauran, que, seguindo o Código de Direito Canônico, pronunciou a célebre frase "Habemus papam" diante de uma Praça São Pedro completamente lotada. Bergoglio escolheu o nome de papa Francisco.

Uma fumaça branca saiu da chaminé da capela Sistina por volta das 15h05 (horário de Brasília), após cinco escrutínios, indicando que os cardeais chegaram a um consenso sobre o novo líder da Igreja Católica Apostólica Romana. Mas somente uma hora depois o nome do argentino, filho de um casal de italianos, foi anunciado. O novo papa era arcebispo de Buenos Aires. A escolha foi feita por 115 cardeais.

O nome do argentino não aparecia entre os mais cotados nas últimas listas de favoritos. O italiano Angelo Scola e o brasileiro Dom Odilo Scherer despontavam como nomes mais lembrados por especialistas.

Veja ainda:

O dia D de Dom Odilo Scherer
Após sete anos, Bento XVI renuncia ao papado
A carta de renúncia do papa Bento XVI
Márcia Denser: Bento XVI já vai tarde
Outros textos sobre temas religiosos

Curta o Congresso em Foco no Facebook
Siga o Congresso em Foco no Twitter

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!