Três candidatos faltaram à cassação de Cunha

Entre os 76 deputados que disputam a eleição em outubro, apenas os fluminenses Fernando Jordão e Washington Reis e o gaúcho Sérgio Moraes favoreceram o peemedebista com a ausência. Os demais votaram a favor da cassação

 

 

 

Entre os 42 deputados que faltaram à cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), três são candidatos a prefeito na eleição de outubro. Como a perda do mandato dependia de 257 votos, as ausências contavam a favor do peemedebista. Faltaram à sessão Fernando Jordão (PMDB-RJ), que disputa a prefeitura de Angra dos Reis, Sérgio Moraes (PTB-RS), que tenta voltar ao comando de Santa Cruz do Sul, e Washington Reis (PMDB-RJ), candidato em Duque de Caxias. Os dois últimos já haviam votado contra a punição ao colega no Conselho de Ética. Aliados de Cunha defendiam o esvaziamento da sessão para adiar, para depois das eleições municipais, o julgamento e diminuir a pressão das urnas.

Essas faltas, porém, acabaram não pesando no resultado final do julgamento: 450 votaram pela cassação do ex-presidente da Câmara. Apenas dez ficaram com ele até o final, votando contra a recomendação do Conselho de Ética. Outros nove se abstiveram, posição que também favorecia Cunha.

Fernando Jordão, Sérgio Moraes e Washington Reis fazem parte do grupo de 76 parlamentares que disputam o mandato de prefeito ou vice. Nenhum deles votou pela cassação de Cunha. Excluídos os faltosos, os demais 73 votaram contra o ex-presidente da Câmara, acusado de mentir à CPI da Petrobras sobre o controle de contas bancárias no exterior (confira como os candidatos votaram abaixo).

Prioridade para campanha

O Congresso em Foco procurou os três candidatos faltosos. Fernando Jordão informou, por meio de seu gabinete, que, na segunda-feira, quando Cunha foi cassado, participava de uma passeata pelas ruas da cidade. Jordão alega que o compromisso foi marcado antes de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definir o dia 12 para a análise do parecer do Conselho de Ética. Ainda segundo a equipe do candidato a prefeito de Angra dos Reis, a "dimensão" do evento não possibilitou a alteração na data. Depois da passeata, Jordão seguiu para um minicomício.

A equipe de Washington Reis informou que o parlamentar estava envolvido também com a agenda da campanha. Apesar de não especificar o compromisso, a assessoria de imprensa do candidato a prefeito de Duque de Caxias afirmou que ele priorizou, nas últimas semanas, a busca por voto. Questionados sobre como votariam se estivessem presentes ao julgamento, os dois parlamentares fluminenses preferiram não responder.

Já Sérgio Moraes não foi encontrado pela reportagem. Em junho, Washington e Sérgio votaram contra a cassação de Cunha no Conselho de Ética. O parecer que recomendava a perda do mandato do peemedebista foi aprovado por 11 votos a 9. “Eu ando todos os dias na minha base, ela não tem me cobrado e, aliás, nem me perguntam sobre Eduardo Cunha”, afirmou o petebista ao confirmar seu voto contra a punição ao colega no Conselho.Em 2009, ele ficou conhecido por ter declarar que se “lixava” para a opinião pública e que proporia, como relator, a absolvição do então deputado Edmar Moreira (MG), acusado de destinar verbas da Câmara para suas próprias empresas.

Conforme a música

A votação final do caso Cunha criou uma crise na eleição municipal de João Pessoa. O atual prefeito Luciano Cartaxo, candidato à reeleição pelo PSD, exigiu que o seu vice, o deputado Manoel Junior (PMDB-PB), voasse a Brasília para votar pela cassação de Cunha. Manoel Junior chegou a confirmar, na consulta feita pelo Congresso em Foco, que faltaria à sessão. O anúncio antecipado da ausência repercutiu na imprensa local. O peemedebista procurou o site, em seguida, para confirmar sua presença. Ele também votou contra a cassação no Conselho de Ética em junho. No plenário, porém, o deputado mudou de ideia e votou a favor da perda do mandato.

Cartaxo temia queda nas pesquisas com a “contaminação” da sua campanha pela proximidade de Manoel Junior com Cunha. No ano passado, Manoel Junior soltou a voz na comemoração do aniversário de Eduardo Cunha. Cantou “Espumas ao vento”, de Accioly Neto, “Garçom”, de Reginaldo Rossi, e “Dia Branco”, de Geraldo Azevedo. A assessoria de Manoel Júnior explicou ao site que ele decidiu comparecer porque o debate do qual participaria na mesma data havia sido cancelado.
Manoel canta para Cunha:

 

Em sua primeira entrevista após a cassação, Eduardo Cunha reclamou da data escolhida para a votação devido à proximidade da disputa eleitoral, prevista para o dia 1º de outubro. Segundo ele, os colegas votaram por sua saída da Casa com receio da reação do eleitor nas urnas, seja em relação às suas próprias candidaturas, seja em relação à de aliados. Festejado pelos deputados que apoiaram o impeachment da ex-presidente Dilma em abril, quando a Câmara abriu caminho para o julgamento no Senado, Cunha chegou ao comando da Câmara em fevereiro do ano passado carregado por 267 votos. Somados os votos contra a cassação, as ausências e as abstenções, terminou seu mandato com apenas 61 apoiadores.

Leia, abaixo, como cada um dos candidatos às prefeituras votou na cassação de Cunha:

Deputados Partido Região Prefeitura Como votou
Abel Mesquita DEM RR Boa Vista SIM
Adalberto Cavalcanti PTB PE Petrolina SIM
Alessandro Molon REDE RJ Rio de Janeiro SIM
Alex Manente PPS SP São Bernardo do Campo SIM
Alexandre Vale PR RJ Itaguaí SIM
Alice Portugal PCdoB BA Salvador SIM
Aliel Machado REDE PR Ponta Grossa SIM
Anderson Ferreira PR PE Jaboatão dos Guararapes SIM
Angelo Albino PCdoB SC Florianópolis SIM
Arnon Bezerra PTB CE Juazeiro do Norte SIM
Aureo SD RJ Duque de Caxias SIM
Bebeto PSB BA Ilhéus SIM
Betinho Gomes PSDB PE Cabo de Santo Agostinho SIM
Bruno Covas - vice de João Dória (PSDB) PSDB SP São Paulo SIM
Celso Russomanno PRB SP São Paulo SIM
Cícero Almeida PMDB AL Maceió SIM
Daniel Coelho PSDB PE Recife SIM
Delegado Waldir PR GO Goiânia SIM
Dr. João PR RJ São João do Meriti SIM
Duarte Nogueira PSDB SP Ribeirão Preto SIM
Éder Mauro PSD PA Belém SIM
Edinho Araújo PMDB SP São José do Rio Preto SIM
Edmilson Rodrigues PSOL PA Belém SIM
Eli Correa Filho DEM SP Guarulhos SIM
Eliziane Gama PPS MA São Luis SIM
Eros Biondini PROS MG Belo Horizonte SIM
Fernando Jordão PMDB RJ Angra dos Reis AUSENTE
Geraldo Resende PSDB MS Dourados SIM
Givaldo Carimbão PHS AL Maceió SIM
Givaldo Vieira PT ES Serra SIM
Glauber Braga PSOL RJ Nova Friburgo SIM
Heuler Cruvinel PSD GO Rio Verde SIM
Hissa Abrahão PDT AM Manaus SIM
Hugo Leal - vice de Índio da Costa (PSD) PSB RJ Rio de Janeiro SIM
Ildon Marques PSB MA Imperatriz SIM
Índio da Costa PSD RJ Rio de Janeiro SIM
Ivan Valente - vice de Erundina (PSOL) PSOL SP São Paulo SIM
Jandira Feghali PCdoB RJ Rio de Janeiro SIM
JHC PSB AL Maceió SIM
Jô Morais - vice de Reginaldo Lopes (PT) PCdoB MG Belo Horizonte SIM
Lelo Coimbra PMDB ES Vitória SIM
Luciana Santos PCdoB PE Olinda SIM
Luis Tibé PTdoB MG Belo Horizonte SIM
Luiz Caetano PT BA Camaçari SIM
Luiz Carlos Busato PTB RS Canoas SIM
Luiza Erundina PSOL SP São Paulo SIM
Luizianne Lins PT CE Fortaleza SIM
Major Olimpio SD SP São Paulo SIM
Manoel Junior - vice de Luciano Cartaxo (PSD) PMDB PB João Pessoa SIM
Marcelo Álvaro Antônio PR MG Belo Horizonte SIM
Marcelo Belinati PP PR Londrina SIM
Marco Tebaldi PSDB SC Joinville SIM
Marcos Rotta - vice de Arthur Virgílio Neto (PSDB) PMDB AM Manaus SIM
Margarida Salomão PT MG Juiz de Fora SIM
Marquinho Mendes PMDB RJ Cabo Frio SIM
Max Filho PSDB ES Vila Velha SIM
Moema Gramacho PT BA Lauro de Freitas SIM
Moroni Torgan - vice de Roberto Cláudio (PDT) DEM CE Fortaleza SIM
Nelson Marquezan Júnior PSDB RS Porto Alegre SIM
Odelmo Leão PP MG Uberlândia SIM
Paulão PT AL Maceió SIM
Pedro Paulo PMDB RJ Rio de Janeiro SIM
Pepe Vargas PT RS Caxias do Sul SIM
Professora Marcivânia PCdoB AP Santana SIM
Reginaldo Lopes PT MG Belo Horizonte SIM
Rodrigo Pacheco PMDB MG Belo Horizonte SIM
Ronaldo Martins PRB CE Fortaleza SIM
Rosangela Gomes PRB RJ Nova Iguaçu SIM
Sérgio Moraes PTB RS Santa Cruz do Sul AUSENTE
Sergio Vidigal PDT ES Serra SIM
Silas Câmara PRB AM Manaus SIM
Valadares Filho PSB SE Aracaju SIM
Valmir Prascidelli PT SP Osasco SIM
Veneziano Vital do Rego PMDB PB Campina Grande SIM
Washington Reis PMDB RJ Duque de Caxias AUSENTE
Wilson Filho - vice de Cida Ramos (PSB) PTB PB João Pessoa SIM

Mais sobre Eduardo Cunha

Mais sobre eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!