Candidata a vereadora em Rondônia fez toda a campanha com o número errado

Número de Edilamar Quintão foi registrado como 19.789, mas um erro de impressão de santinhos apresentou o 19.159 para os eleitores. Ao ser digitado o número dos panfletos, as urnas eletrônicas mostraram mensagens de “candidatura inexistente”

Uma candidata a vereadora em Rondônia descobriu neste domingo (2), ao votar, que passou todo o período de campanha com o número diferente daquele que foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – e, consequentemente, do que aparece nas urnas. O equívoco aconteceu em Guajará-Mirim, município com mais de 28 mil eleitores aptos a votar localizado a cerca de 330 quilômetros da capital Porto Velho. A “vítima” foi a professora Edilamar Quintão Pimentel (PTN-RO), que sequer conseguiu registrar o próprio voto devido ao erro.

O número de Edilamar foi registrado como 19.789, mas um erro de impressão de santinhos de campanha com o rosto da candidata mostrava 19.159. Assim, ao ser digitado o número dos panfletos nas urnas eletrônicas, uma mensagem de “candidatura inexistente” surgia.

Constatada a situação, a candidata foi reclamar no 1º Cartório Eleitoral do município e foi informada de que nada poderia ser feito. Em entrevista à imprensa local, ela se disse “muito frustrada”, mas que não tinha o que fazer. Segundo o cartório, logo depois do deferimento das candidaturas no município uma audiência pública foi realizada para que eventuais reparos pudessem ser feitos, mas Edilamar não compareceu à reunião.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO), os votos dados com base no número digitado na urna, o mesmo usado pela candidata na campanha, serão automaticamente anulados. Em Guajará-Mirim, 121 candidatos disputam 11 cadeiras na câmara municipal de vereadores, enquanto três disputam a prefeitura. Há um telão montado em frente ao Fórum Eleitoral no bairro Almirante Tamandaré, em que os eleitores podem acompanhar o resultado das apurações, com divulgação dos resultados prevista para 19h30.

Mais sobre Eleições 2016

Mais sobre democracia

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!