Campanha mobiliza internautas a dedicar músicas para Dilma

Criada pela deputada Jandira Feghali na semana passada, #MúsicaParaDilma tem mobilizado internautas favoráveis e contrários à presidente

Uma iniciativa da líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ), tem dado o que falar nas redes sociais. Com o objetivo de promover um movimento de apoio à presidente Dilma Rousseff, a deputada criou uma corrente com a hashtag #‎MúsicaParaDilma, em que o internauta deve gravar um vídeo cantando uma música e dedicar a canção à homenageada. Por fim, deve desafiar três amigos a fazer o mesmo.

“A brincadeira é a seguinte: escolha uma música bem bonita e grave um vídeo em apoio à presidenta Dilma Rousseff. Poste no seu Facebook com a hashtag #MúsicaParaDilma e depois desafie mais três amigos a fazerem o mesmo”, explicou a deputada em sua página no Facebook, em vídeo registrado na última quinta-feira (05). Jandira cantou um trecho da música “Envergo, mas não quebro”, do cantor e compositor Lenine, e desafiou o governador do Maranhão, Flávio Dino, a presidente do PCdoB, deputada Luciana Santos (PE), e o deputado Chico Lopes (PCdoB-CE) a postar músicas.

O representante do Ceará aceitou o desafio de Jandira e publicou nesta terça-feira (10) um vídeo em sua página no Facebook. Chico Lopes adaptou a letra da marchinha de carnaval “Daqui não saio, daqui ninguém me tira” e cantarolou: “Daqui não saio, daqui ninguém me tira. Daqui não saio, daqui ninguém me tira. Onde é que eu vou governar? Oposição tenha paciência de esperar, com três anos de mandato ainda vou governar. Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. Ao final, Lopes desafiou o deputado Daniel Almeida (PCdoB-BA), a sambista e deputada estadual de São Paulo, Leci Brandão (PCdoB) e a presidente da União Nacional do Estudantes (UNE), Carina Vitral.

Apoiadores de Dilma entraram na campanha e publicaram vídeos cantando músicas como “Desesperar, jamais”, de Ivan Lins; “Maria Maria”, de Milton Nascimento; “Se todos fossem iguais a você”, de Tom Jobim.

Repercussão contrária

O que Jandira Feghali provavelmente não esperava era que grupos pró-impeachment de Dilma também se juntassem à corrente. Foram oferecidas à presidente canções como “Se gritar pega ladrão”, do sambista Bezerra da Silva; “Vossa Excelência”, dos Titãs e “Que país é esse?”, da banda Legião Urbana.

Muitos internautas compartilharam o vídeo “Vai tomar no c...”, da atriz Cris Nicolotti.

Mais sobre Dilma Rousseff

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!