Câmara terá ponto facultativo em dia de jogo do Brasil

Servidores da Casa serão liberados às 15h e não precisarão voltar após a partida pela Copa das Confederações. No Senado, funcionários vão trabalhar normalmente

O presidente em exercício da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), autorizou nesta terça-feira (18) que os funcionários da Casa terão ponto facultativo na tarde de amanhã. A partir das 15h, os servidores serão liberados para assistir o jogo Brasil e México, marcado para às 16h, em Fortaleza (CE), pela Copa das Confederações. Haverá um esquema de plantão para seguranças e profissionais da Secretaria-Geral da Mesa e da assessoria de plenário.

A decisão de liberar os servidores para assistir o jogo foi acertada em reunião entre o diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, e Vargas em reunião na noite de hoje. Para o diretor-geral, não tem razão de fazer os servidores voltarem ao trabalho depois do jogo. A partida deve terminar por volta das 18h e o expediente na Casa se encerra às 19h. "Não teria sentido fazer os servidores voltar ao trabalho", explicou Sampaio.

Durante todo o dia, servidores da Casa ligaram para os gabinetes questionando se haveria ponto facultativo. Já havia a expectativa de a folga acontecer. Especialmente pelo andamento das sessões. Para a manhã, está prevista uma sessão deliberativa com a mesma pauta de hoje, que não foi votada. À tarde, apenas uma sessão de discursos.

No Senado, por enquanto, a determinação é outra. Segundo a assessoria de imprensa da Casa, os funcionários vão trabalhar normalmente. No entanto, o órgão ressalva que o chefes de gabinete podem liberar funcionários e debitar o tempo não trabalhado do banco de horas.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!