Câmara: líderes pedem que Mesa Diretora defina data da eleição

Colégio de líderes defende que seja ratificada a decisão de realizar o pleito na terça-feira (12), enquanto o presidente interino, Waldir Maranhão (PP-MA), insiste na quinta-feira (14)

Após reunião na tarde desta sexta-feira (8), o colégio de líderes da Câmara decidiu solicitar uma reunião da Mesa Diretora na próxima segunda-feira (11) para decidir a data que será a eleição do novo presidente da Casa. Os líderes defendem que seja ratificada a decisão de realizar o pleito na terça-feira (12), enquanto o presidente interino, Waldir Maranhão (PP-MA), insiste na quinta-feira (14).

Ainda hoje, Maranhão mandou retirar as cabines de votação que estavam sendo instaladas no plenário. A confusão se arrasta desde a tarde de ontem (7), quando Eduardo Cunha oficializou sua renúncia. Em reunião realizada pouco depois do anúncio do peemedebista, os líderes decidiram que a eleição seria realizada na terça-feira, no entanto, Maranhão - que não participou do encontro - determinou que o pleito será decidido na quinta (14), um dia antes do início do recesso parlamentar.

A convocação da eleição extraordinária é prerrogativa do presidente da Câmara que fica obrigado a marcar o dia em até cinco sessões do plenário a partir da oficialização da renúncia. A antecipação da votação foi decidida sem que Maranhão ficasse sabendo e mostra o clima de desmando na Casa.

Veja o ofício protocolado pelos líderes partidários:

 

Mais sobre legislativo em crise

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!