Câmara desativa sala Vip para deputados no aeroporto de Brasília

Casa gastava R$ 250 mil por ano com serviço que livra parlamentares de filas e de problemas para despachar bagagem. Atendimento será feito agora pelo Departamento de Relações Públicas e Divulgação

A Câmara decidiu desativar, a partir desta sexta-feira (1º), a sala Vip reservada aos deputados no Aeroporto Internacional de Brasília Presidente Juscelino Kubitschek. A decisão, segundo o comando da Casa, foi motivada pelo valor do contrato com a administradora do aeroporto, a Inframérica.

A Câmara informou que gastava R$ 250 mil para manter a sala Vip. O serviço de recepção de grupos e de autoridades não foi desativado. Passou para a responsabilidade do Departamento de Relações Públicas e Divulgação, da Secretaria de Comunicação Social (Secom).

Com a sala Vip, os deputados não precisam enfrentar filas para viajar, problemas para despachar bagagens ou chegar com a antecedência cobrada dos demais passageiros. O Senado também mantém serviço semelhante para atender aos senadores.

Mais sobre cotas e verbas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!