Câmara aprova reajuste a lotéricos e envia projeto para análise dos senadores

 

O plenário da Câmara aprovou, no início da noite desta terça-feira (12), o substitutivo ao projeto de lei 7306/17, que prevê reajuste em pagamentos a permissionários lotéricos. O substitutivo apresentado pelo deputado Júlio Cesar (PSD-PI) foi aprovado em votação simbólica.

<< Deputados aprovam regulamentação da carreira de agentes comunitários de saúde

O texto prevê reajuste dos valores pagos aos lotéricos pela Caixa Econômica Federal (CEF) para 0,8% do valor de face dos boletos e faturas pagos. Os valores pagos por boleto que os lotéricos pelo recebimento de boletos, faturas de concessionárias de serviço público e outros convênios serão de no mínimo R$ 1,06 e de no máximo R$ 3,14.

A oposição saiu da obstrução para aprovar o projeto. Desde a tarde de hoje (terça, 12), os partidos que se opõem ao governo de Michel Temer (PMDB) anunciaram que irão obstruir todos os projetos de interesse do governo para marcar posição e evitar a votação da da reforma da Previdência.

A discussão da reforma já foi adiada três vezes e deve começar na quinta-feira (14). Mas a matéria ainda não tem votos suficientes para ser aprovada e pode ter a votação adiada para fevereiro, após o recesso dos deputados.

Para o novo ministro da Secretaria de Governo, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que terá a responsabilidade da articular votações com a base aliada já a partir desta quinta-feira (14), trata-se de uma primeira batalha perdida, mas não a perda da guerra pela reforma previdenciária.

"Eu assumo quinta-feira com o objetivo de contribuir para que nós votemos na semana que vem. Sem dúvida alguma, se não conseguirmos, eu vou sentir a verdade, a de que nós perdemos uma batalha, mas que não teremos perdido a guerra", declarou o parlamentar.

 

<< Deputados concluem votação de projeto de renegociação do Funrural; texto vai ao Senado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!