Cai à metade número de candidatos a prefeito pelo PT

Em 2012, 1.901 petistas disputaram prefeituras. Este ano, o partido registra no TSE 992 candidaturas próprias. Sigla despenca no total de candidatos a prefeito, vice e vereador: da segunda para a sexta colocação

Em meio ao desgaste provocado pelas denúncias de corrupção contra figuras importantes do partido e ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o PT viu cair quase à metade o número de candidatos da sigla nas eleições de outubro em comparação com a disputa de 2012. Entre as principais legendas do país, nenhuma sofreu queda tão significativa no total de candidaturas. Este ano, o partido lançou 23.599 candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, uma queda de 47,2% em relação ao total de postulantes petistas em 2012, ano da última eleição municipal, informa o jornal Valor Econômico.

Há quatro anos, quando Dilma batia recorde de popularidade, o PT despontava como a segunda sigla em número de candidatos, atrás apenas do PMDB. Em 2016, ocupa apenas a sexta colocação. À frente aparecem, além do PMDB, o PSDB, o PSD, o PP e o PSB. Também caiu drasticamente o número de petistas que concorrem a prefeito: de 1.901, em 2012, para 992 (queda de 47,8%).

Candidatos a prefeito (os dez partidos com mais candidatura própria)

Partido 2012 2016 Variação (%)
PMDB 2.429 2.352 -3,2
PSDB 1.769 1.731 -2,1
PSD 1.170 1.346 15
PP 1.149 1.141 -0,7
PSB 1.109 1.073 -3,2
PT 1.901 992 -47,8
PDT 906 917 1,2
PR 767 763 -0,5
PTB 892 732 -17,9
DEM 783 715 -8,7

* Fonte: TSE/Valor Econômico

Entre os principais partidos, depois do PT, o que mais perdeu candidatos próprios a prefeito foi o PTB (17% a menos em comparação com 2012). O PSDB terá 6,6% menos candidaturas este ano. Em compensação, dois partidos médios cresceram: o PSD, de 1.170 para 1.346 (15%), e o PRB, de 320 para 426 (avanço de 33,1%). O PRB, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, tem nomes competitivos nas duas maiores cidades do país: o senador Marcelo Crivella (RJ), no Rio, e o deputado Celso Russomanno (SP), em São Paulo.

Até o momento, informa o Valor, o TSE computou 485.899 candidaturas em 95% dos municípios brasileiros. Os dados divulgados representam um aumento de 0,4% em relação à disputa municipal anterior.

Leia a reportagem no Valor Econômico

Mais sobre o PT

Mais sobre eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!