Brasília está prestes a enfrentar racionamento de água

Crise hídrica: reservatório do Descoberto chega perto do limite mínimo e Brasília entra na zona de alerta para o racionamento de água

 

 

 

Mesmo com as chuvas dos últimos dias o Distrito Federal ainda corre risco de ficar sem água. A Agência Reguladora de Águas, energia e Saneamento Básico do DF – Adasa – anuncia nesta segunda-feira (7) o início do racionamento. Uma Resolução será publicada no Diário Oficial do DF. Será estabelecido o estado de restrição de uso dos recursos hídricos nas áreas atendidas pelos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria. Essas duas fontes respondem pelo fornecimento de 88,79% do total da água tratada no DF (veja abaixo a lista de cidades que devem ser atingidas).

O reservatório do Descoberto, responsável pelo abastecimento de cerca de 60% do DF, começa a semana com 20,68% de sua capacidade total. O baixo índice aponta a proximidade do racionamento de água na região – prometido pela Companhia de Saneamento Ambiental, a Caesb, quando o valor estivesse abaixo dos 20%.

Como medida de contenção, a Adasa realizou no fim de semana o plantio de várias mudas de espécies nativas junto ao reservatório, na intenção de reter a umidade no local e ajudar na preservação da área. Distante dos 60% ideais, o volume útil do Descoberto pode ter a queda desacelerada caso se confirmem os 75 mm de chuva previstos para cair sobre a região esta semana pelo Climatempo. A última chuva volumosa sobre a área aconteceu no dia 2 de novembro. Se não houver precipitação ainda hoje e o consumo permanecer no mesmo ritmo na última semana, com cerca de 0,39% do volume gasto diariamente pela população, já na próxima quarta-feira  teremos índice inferior a 20% da capacidade total do reservatório.

Vale lembrar que os consumidores que consomem acima de 10 mil litros de água por mês receberão uma cobrança extra de 20% na tarifa a partir de dezembro por conta da crise hídrica.

Já o reservatório de Santa Maria se mantém com 41,04% de capacidade, também distante do índice de segurança de 60%, capaz de afastar a sombra do racionamento de água para a região.

Veja a lista das cidades que serão atingidas pelo racionamento:

Ceilândia

Taguatinga

Vicente Pires

Águas Claras

Samambaia

Riacho Fundo I e II

Recanto das emas

Gama

Novo Gama (GO)

Santa Maria

Núcleo Bandeirante

Park Way

Guará

Candangolândia

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!