Brasil leva o tetra na Copa das Confederações

Seleção vence por 3 a 0 a até então imbatível Espanha. Dilma diz que “memorável campanha” no torneio proporcionou ao mundo um “grande espetáculo”

 

A seleção brasileira de futebol venceu a Espanha na noite deste domingo (30) por uma goleada de 3 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Além de conquistar o tetracampeonato na Copa das Confederações, o time de Luiz Felipe Scolari quebrou a invencibilidade dos espanhóis, que não perdiam um jogo oficial desde a Copa de 2010, na África do Sul.

A presidente Dilma Rousseff, que não foi ao estádio hoje para evitar novas vaias, comemorou a vitória e valorizou o empenho dos jogadores. “Nossos atletas mostraram alegria, criatividade, espírito de equipe e união que conquistaram todos os brasileiros”, afirmou ela, em nota divulgada na noite de hoje.

Sem ritmo

Os gols do Brasil foram marcados por Fred, aos 2 minutos do primeiro tempo e aos 2 minutos do segundo, e por Neymar, aos 44 da primeira etapa. Durante todo o jogo, a Espanha não conseguiu impor seu ritmo característico, de dominar a partida com imensa posse de bola e subidas perigosas ao ataque. Mas o Brasil minou essa técnica espanhola. E ainda fazia constantes ameaças ao gol de Casillas.

Só em uma única ocasião, no final do primeiro tempo, a Espanha fez um contra-ataque perigoso pela direita. O espanhol Pedro bateu cruzado, a bola passou por Júlio César e só não entrou graças a um carrinho salvador do zagueiro David Luiz. Minutos depois, Neymar alargava o placar em 2 a 0, para tranquilizar o clima no Maracanã.

Ao voltar para o segundo tempo, os espanhóis tentavam colocar as coisas no lugar. Mas não deu certo. Fred marcou no início novamente. Com o segundo gol dele, o placar de 3 a 0 abalou os espanhóis. Um exemplo foi o pênalti que o juiz deu a favor da Espanha logo depois. Nem os astros Andrés Iniesta e nem Xavi quiseram bater. Sérgio Ramos foi lá e mandou pra fora. Àquela altura, aos 10 minutos do segundo tempo, o Brasil era soberano na partida. A Espanha, amedrontada, nem longe lembrava as grandes estrelas do Barcelona que usavam a camisa da Fúria.  Daí, foi só esperar o apito final.

A nota de Dilma

Neste dia histórico para o futebol brasileiro, envio meus parabéns a todos os jogadores e à equipe técnica da nossa Seleção pela conquista do tetracampeonato da Copa das Confederações.
Nesta campanha memorável, nossos atletas mostraram alegria, criatividade, espírito de equipe e união que conquistaram todos os brasileiros e proporcionaram ao mundo um grande espetáculo. Eu me somo hoje a todos os brasileiros na comemoração dessa grande vitória.

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

Mais sobre Copa do Mundo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!