Brasil atinge 20% da meta de medalhas olímpicas em uma semana

Objetivo do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é estar entre os dez no quadro de medalhas. Mas, em uma semana, país conquistou cinco triunfos e ocupa o 19º lugar geral

Uma semana após o início das Olimpíadas Rio-2016, o Brasil conquistou  20% das medalhas  necessárias para cumprir a meta de estar entre os dez primeiros no quadro final. Até agora, o país tem cinco medalhas garantidas: uma de ouro, uma de prata e três de bronze, sendo que um delas pode mudar de cor – Robson Conceição ainda disputará a semifinal no boxe e, se passar,  concorre ao ouro.

Nos primeiros sete dias de competição, o país aparecia em 19º, podendo chegar a 16º com a medalha de bronze do boxe. Comparando com o desempenho nos jogos de Londres-2012, onde terminou em 22º lugar geral, o Brasil sente falta de conquistas em esportes onde é considerado favorito, como o judô e a natação.

Na metade dos Jogos de 2012, tínhamos seis pódios: um ouro, uma prata e quatro bronzes. Naquele evento, o judô conseguiu quatro láureas, e a natação, duas.

Próximas disputas

Para seguir firme na caminhada pelo inédito top 10 nas Olimpíadas, o Brasil conta com o bom desempenho na vela com Robert Scheidt. Martine Grael e Kahena Kunze, campeãs mundiais da 49er FX, e Ana Barbachan e Fernanda Oliveira. E também nos vôleis de praia e de quadra, nas categorias feminino e masculino.

O atletismo também tem duas apostas principais: Fabiana Murer (salto com vara) e Érica Sena (marcha atlética). O revezamento 4 x 100m rasos feminino vinha correndo bem, mas em oscilado nos resultados.

Correm por fora, ainda as disputas no futebol feminino - onde a seleção favorita, dos Estados Unidos, foi eliminada - e masculino, que o Brasil, apesar da tradição, nunca ganhou uma medalha de ouro.

Apesar da situação complicada, se for bem nas próximas disputas o Brasil pode avançar no quadro de medalhas e continuar sonhando em chegar à melhor colocação da história, conquistada em 1920, quando ficou em 15º lugar geral.

Mais sobre Olimpíadas 2016

Mais sobre crise brasileira

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!