Boca de urna aponta para vitória de Evo Morales na Bolívia

Se o resultado for confirmado pela autoridade eleitoral do país, candidato à reeleição governará até 2020. Pela primeira vez ele venceu em Santa Cruz, reduto oposicionista

O presidente da Bolívia, Evo Morales, conquistou o terceiro mandato nesse domingo (12), de acordo com pesquisas de boca de urna e levantamentos da imprensa boliviana. Se o resultado for confirmado pelas autoridades eleitorais do país - não há resultado da apuração oficial ainda -, ele governará até 2020.

Evo Morales fez discurso, agradecendo o apoio dos 6 milhões de eleitores, antes mesmo de os resultados oficias serem confirmados. Mas a vitória dele já era esperada: as primeiras pesquisas de boca de urna indicavam que ele tinha mais de 60% dos votos. Pela primeira vez, ele venceu no departamento de Santa Cruz, antigo reduto oposicionista.

Primeiro presidente indígena da Bolívia e da América do Sul, Evo Morales erradicou o analfabetismo, reduziu a pobreza e a desigualdade e manteve alto índice de crescimento em nove anos. Este ano, segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, a Bolívia será o país que mais vai crescer na América do Sul (5,5%) – mais que o dobro da média regional.

Com informações da Agência Brasil

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!