BNDES não teve prejuízo com investimentos no grupo EBX, afirma Eike

Em depoimento na CPI do BNDES, empresário pediu desculpas aos que tiveram prejuízos ao investir em seu projeto, mas ressaltou que muitos dos investidores venderam suas ações “na alta” e obtiveram grandes lucros

O empresário Eike Batista disse, em depoimento à CPI da Petrobras, que o BNDES não teve qualquer prejuízo com os financiamentos ao grupo EBX e explicou que suas empresas perderam 90% do valor de mercado por causa do investimento frustrado na exploração de petróleo. Ele chegou a pedir desculpas aos que tiveram prejuízos ao investir no projeto, mas fez questão de dizer que muitos deles venderam suas ações “na alta” e obtiveram grandes lucros.

Ao responder pergunta do relator da CPI, deputado José Rocha (PR-BA), Eike explicou que suas companhias perderam valor de mercado e 90% de seus ativos em função de uma “corrida bancária” decorrente da baixa produção de campos de petróleo que uma das empresas do grupo, a OGX, obteve na Bacia de Campos.

“Eu arrisquei demais em um negócio altamente arriscado, que é a produção de petróleo. Os campos renderam um terço do esperado, depois que a empresa captou 11 bilhões de reais no exterior”, declarou.

Eike está sendo processado por crimes contra o mercado financeiro, por manipulação do mercado e uso de informação privilegiada com possível prejuízo aos investidores na venda de ações da OGX (hoje OGPar).

O empresário afirmou que o BNDES não teve qualquer prejuízo com os empréstimos feitos às empresas dele. “Não sei por que repetem isso. O BNDES teve prejuízo zero”, disse.

Segundo Eike Batista, as empresas dele não obtiveram condições diferenciadas nos empréstimos junto ao banco. “Os empréstimos foram importantes e foram pagos com juros, como todo mundo paga, tudo lastreado em garantias, até mesmo meus bens pessoais”, garantiu o empresário.

Ele disse que o grupo obteve financiamento de R$ 10 bilhões do BNDES, investidos nas empresas MPX, LX e EMX, sem contar financiamento da empresa de participações acionárias do BNDES (BNDESpar) à MPX.

Em CPI, Eike diz que recursos do BNDES foram apenas parte dos seus investimentos

Mais sobre a CPI do BNDES

Mais sobre Eike Batista

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!