Beijo gay de Daniela Mercury marca abertura de seminário LGBT no Congresso

Divulgação de seminário, que tem como tema “Nossa vida dos outros – A empatia é a verdadeira revolução”, causou polêmica entre Eduardo Cunha e Jean Wyllys

A cantora Daniela Mercury inaugurou nesta quarta-feira (20) o 12º Seminário LGBT do Congresso beijando sua esposa, a jornalista Malu Verçosa. O deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) acusou Cunha de proibir a divulgação do evento, já que os cartazes oficiais são ilustrados com um beijo entre a cantora e a jornalista.

Daniela executou o Hino Nacional no seminário organizado pelos parlamentares ligados aos Direitos Humanos. A cantora, juntamente com Malu, participa da mesa de abertura do debate.

Segundo Jean Wyllys, o presidente da Câmara dificultou a circulação dos cartazes do seminário por razões homofóbicas. “Ele não vai permitir um beijo lésbico em cartazes e convites oficiais da House of Cunha (Casa de Cunha, em português, em alusão a série norte-americana House of Cards), o poder legislativo que ele acha ser de sua propriedade pessoal”, publicou o deputado do Psol em sua página no Facebook.

O evento, que ocorre na quarta e quinta-feira (21) desta semana, tem entrada livre. O tema do seminário é “Nossa vida dos outros – A empatia é a verdadeira revolução”.

Jean Wyllys acusa Cunha de impedir divulgação de Seminário LGBT

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!