Battisti: “Posso sair desse país quando e como quero”

Condenado à prisão perpétua na Itália, ex-ativista italiano diz que não estava fugindo do Brasil, que planeja extraditá-lo

O ex-ativista Cesare Battisti, preso quando tentava fugir do Brasil e solto dias depois, negou que estivesse em fuga e afirmou que pode deixar o país a qualquer momento. "Eu não tenho refúgio político. Eu sou um imigrante, com visto permanente no país. Eu posso sair desse país quando e como quero. Não tenho nenhuma restrição", disse ele na segunda-feira (9) em entrevista à TV Tribuna, afiliada da TV Globo, segundo notícia da Folha de S.Paulo.

<< Leia a notícia

O italiano tentava sair do país semana passada com R$ 23 mil em dólares e euro pela fronteira do Mato Grosso do Sul com a Bolívia. O governo brasileiro planeja extraditá-lo para a Itália, onde ele foi condenado à prisão perpétua.

Batitisti vive em Cananeia (SP). “Ia estar fugindo de quê? O país onde estou protegido é aqui", disse à TV. “Não é verdade o que se fala, que eu não tinha o direito de sair do país.” E continuou: “Eu tenho todo o direito de cidadão brasileiro. O decreto do Lula não pode ser revogado. Depois de cinco anos acabou o prazo.”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!