Bancada do PT no Senado votará pela expulsão de Delcídio, diz jornal

Após reunião, bancada decide apoiar expulsão de colega na reunião da executiva nacional e não se opor à abertura de cassação contra o ex-líder do governo no Conselho de Ética da Casa, informa O Globo

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), deverá votar pela expulsão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) na reunião da executiva nacional marcada para esta sexta-feira (4). A decisão foi tomada pela bancada petista na Casa em reunião realizada na noite dessa segunda-feira (30), informa o jornal O Globo.

De acordo com a reportagem, diante da gravidade dos fatos contra Delcídio, a bancada resolveu não se opor à abertura de um processo de cassação contra o ex-líder do governo no Conselho de Ética do Senado. A ideia, defendida pelo presidente do PT, Rui Falcão, é que Delcídio seja afastado do partido e responda a processo de expulsão na comissão de ética da legenda.

Os senadores também reconheceram, no encontro, que é preciso afinar o discurso com o presidente do partido. Na semana passada, a bancada se irritou com a divulgação da nota em que Rui Falcão dizia que não se sentia obrigado a prestar solidariedade a Delcídio porque os atos que o levaram à prisão não tinham a ver com sua atuação partidária. Só dois dos 13 senadores votaram pela manutenção da prisão do colega: Paulo Paim (RS) e Walter Pinheiro (BA).

“Nossa posição foi dentro de uma visão de defesa da autonomia do poder Legislativo. Não é uma divergência de conteúdo. Não queremos entrar em conflito com o partido, produzir qualquer tipo de enfrentamento”, disse Humberto Costa ao Globo.

Leia a reportagem do Globo

Mais sobre Delcídio do Amaral

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo