B.Sá e Domiciano serão investigados pelo Conselho

Os relatórios que pedem abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra os deputados B. Sá (PSB-PI) e Domiciano Cabral (PSDB-PB) foram aprovados pela Mesa Diretora da Câmara nesta manhã. Agora, os relatórios serão encaminhados ao Conselho de Ética.

A produção dos relatórios, que pedem a abertura dos processos, foram motivados pelas denúncias de que B. Sá estaria negociando propina com o executivo da construtora OAS, responsável pelas obras da barragem de Poço Marruá, no Piauí. Já Domiciano Cabral teria sugerido ao sogro, Julião Medeiros, dono da construtora Cojuda, que fizesse negócios com o Ministério dos Transportes.

Continuar lendo